Assistir a filme de terror engorda mais do que ver comédias românticas, diz estudo 3
Top view of popcorn and movie tickets
CinemaLink na Bio

Assistir a filme de terror engorda mais do que ver comédias românticas, diz estudo

Escolha uma canal de televisão para assistir, e te diremos se você engordará na frente da telinha ou não. Parece brincadeira, mas um estudo conduzido pela universidade estadunidense Lebanese American, em Nova York, aponta que alguns filmes ajudam no controle do peso, enquanto outros chegam a engordar.

Os pesquisadores mensuraram a frequência cardíaca, a pressão arterial e os níveis de estresse e apetite entre 84 voluntários, que tinham entre 20 e 30 anos. Em seguida, eles dividiriam os participantes de dois grupos: um deles foi para uma sessão de terror, enquanto outro assistiu a um longa de comédia romântica. Todos tinham pipoca, batata-frita, biscoitos, chocolate, doces, maçãs, suco de laranja e refrigerantes para se entreterem durante da transmissão. Para não interferir nos resultados, os indivíduos foram deixados sozinhos para ficarem mais à vontade e foram ditos que poderiam comer o que quisessem.

As conclusões indicaram que os voluntários que assistiram ao filme de terror tiveram pontuações mais altas de nervosismo, exaustão e tristeza, e chegaram a comer mais do que as pessoas do outro grupo. “Os sujeitos que foram expostos a um longa de horror são impulsionados para alimentos salgados e gordurosos para aliviar o estresse causado pelo filme”, aponta a co-autora do estudo, a médica Lama Mattar.

via revistacasaejardim

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Assistir a filme de terror engorda mais do que ver comédias românticas, diz estudo 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply