'Bacurau' é eleito Melhor Filme no Festival de Cinema de Munique 5
Cinema

‘Bacurau’ é eleito Melhor Filme no Festival de Cinema de Munique

O filme Bacurau, dos pernambucanos Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, venceu o prêmio de Melhor Filme no 37° Festival de Cinema de Munique (Filmfest München), na principal Mostra, a CineMasters Competition. De acordo com nota enviada à imprensa, o prêmio em Munique prevê 50 mil euros em equipamentos para o próximo filme dos realizadores. 

Juliano Dornelles, codiretor de Bacurau e a produtora Emilie Lesclaux, foram a Munique receber o prêmio. “Uma honra poder receber esse prêmio que já permite pensar num próximo projeto”, diz Emilie Lesclaux em comunicado.

Em maio deste ano, o longa foi agraciado com o Prêmio do Júri no Festival de Cannes, onde teve sua première mundial. No Brasil, “Bacurau” terá sua primeira projeção no Festival de Gramado, como Filme de Abertura fora de competição no dia 16 de agosto. A estreia nas salas brasileiras será no dia 29 de agosto, com distribuição da Vitrine Filmes.

Desde a sua première mundial em Cannes, Bacurau já recebeu convites para mais de 100 festivais e mostras ao redor do mundo e já foi vendido para  cerca de 30 países. A distribuição internacional inclui lançamentos em salas, home video e streaming nos Estados Unidos e Canada, Reino Unido, França, Japão, Bélgica, Luxemburgo, Holanda, República Tcheca, Taiwan, em países da América Latina e Escandinávia.

via diariodepernambuco

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


'Bacurau' é eleito Melhor Filme no Festival de Cinema de Munique 6


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.