Bong Joon-Ho, o diretor de Parasita, libera uma nota sobre o aclamado filme 18
Cinema

Bong Joon-Ho, o diretor de Parasita, libera uma nota sobre o aclamado filme

Bong Joon-Ho, o diretor de Parasita, libera uma nota sobre o aclamado filme, indicado a seis Oscars – primeiro filme coreano a sequer concorrer à premiação.

Bong Joon-Ho, o diretor de Parasita, libera uma nota sobre o aclamado filme 19

Confira a tradução abaixo:

“Para pessoas de diferentes circunstâncias, viver juntos no mesmo espaço não é fácil.

Cada vez mais nesse mundo triste, relações humanas baseadas em coexistência ou simbiose não se sustentam, e um grupo é forçado a uma relação parasítica com outro.

No meio de um mundo assim, quem pode apontar o dedo em uma família pobre, presa numa luta por sobrevivência, e chamá-los de parasitas?

Não é que eles sejam parasitas desde o começo. Eles são nossos vizinhos, amigos e colegas, que foram meramente empurrados para a beira de um precipício.

Como um retrato de pessoas comuns que caem numa comoção inescapável, esse filme é:

uma comédia sem palhaços,

uma tragédia sem vilões,

levando a um emaranhado violento e um mergulho escadas abaixo.

Vocês estão todos convidados a essa tragicomédia inevitavelmente feroz.”

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Bong Joon-Ho, o diretor de Parasita, libera uma nota sobre o aclamado filme 20


O que você achou desse Post?

LOL
0
GOSTEI
0
AMEI
0
CONFUSO
0
Engraçado
0
Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply