Bong Joon-Ho, o diretor de Parasita, libera uma nota sobre o aclamado filme

Bong Joon-Ho, o diretor de Parasita, libera uma nota sobre o aclamado filme, indicado a seis Oscars – primeiro filme coreano a sequer concorrer à premiação.



Confira a tradução abaixo:

“Para pessoas de diferentes circunstâncias, viver juntos no mesmo espaço não é fácil.

Cada vez mais nesse mundo triste, relações humanas baseadas em coexistência ou simbiose não se sustentam, e um grupo é forçado a uma relação parasítica com outro.

No meio de um mundo assim, quem pode apontar o dedo em uma família pobre, presa numa luta por sobrevivência, e chamá-los de parasitas?

Não é que eles sejam parasitas desde o começo. Eles são nossos vizinhos, amigos e colegas, que foram meramente empurrados para a beira de um precipício.

Como um retrato de pessoas comuns que caem numa comoção inescapável, esse filme é:

uma comédia sem palhaços,

uma tragédia sem vilões,

levando a um emaranhado violento e um mergulho escadas abaixo.

Vocês estão todos convidados a essa tragicomédia inevitavelmente feroz.”

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
Resenha: Toda Poesia, Paulo Leminski