Busca Implacável 3 | Crítica 3
Cinema

Busca Implacável 3 | Crítica

O fim de uma trilogia que não tinha muitos caminhos para ir.

Busca Implacável é o típico filme que se segura pela ação e não pela história, e eu não estou dizendo que seja algo ruim, a perseguição que Liam Neeson conduz, como Bryan, é divertida e entretém qualquer um. Pelo menos o primeiro conseguiu.

A história era bem simples, um homem perigoso indo atrás dos sequestradores de sua filha. Não precisava de mais. Bryan havia feito tudo que precisava. Mas eles tinham que continuar, com Bryan sendo caçado pela máfia no segundo e, agora, pela polícia no terceiro.

O segundo até teve umas boas cenas de ação, mas eu me desapontei com o terceiro. Eu não estava esperando uma boa história, eu sei que seria bobinha, mas eu gostava da ação que os filmes traziam, e pelo que diziam, essa série a maior perseguição de todas com Liam sendo incriminado pela morte de sua amada Lenore (Famke Janssen) e tendo que enfrentar os culpados e toda a polícia ao mesmo tempo.

As cenas de ação não conseguiram ser tão fenomenais quanto eles diziam que seriam, pelo contrario, ficaram a desejar. Sendo que uma certa fuga foi muito confusa – quem viu vai entender.

Vou dar crédito pela reviravolta no final, eu não esperava aquilo, e a atuação de Liam Neeson. Ele é sempre a melhor escolha para protagonizar filmes assim, não erra, consegue carregar o enredo nas costas e você até fica com um pouco de medo dele (Também, o cara fez Ra’s al Ghul).

No final Busca Implacável 3 não conseguiu chegar às expectativas, mas consegue surpreender um pouco e carregar o ritmo do primeiro filme. Não é um filme para você pensar, nenhum da trilogia foi, mas para você deixar a hora passar.

Confira o trailer abaixo:

[[youtube http://www.youtube.com/watch?v=4isXMZmZ42U]]

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Busca Implacável 3 | Crítica 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.