Caça-Fantasmas 2 pode não acontecer devido a baixa bilheteria 3
Cinema

Caça-Fantasmas 2 pode não acontecer devido a baixa bilheteria

O remake de Os Caça-Fantasmas reformulado com apenas um elenco feminino na liderança foi alvo de problemas desde o início de sua produção. Tendo o trailer com mais dislikes na história do Youtube, o filme acabou surpreendendo não sendo o grande desastre que todos esperavam, mas isso não parece ter sido suficiente para salvar essa franquia.

Com os críticos dando um nota positiva ao longa, e a audiência em geral se dividindo, a recepção de do novo Caça-Fantasmas acabou sendo muito medíocre. O filme deve dar um prejuízo de 50-70 milhões a Sony e seus parceiros que, é bem provável, não vejam o longa conseguindo alcançar o necessário para compensar o investimento de propaganda e orçamento.

Embora a Sony negue uma perda total dessas, colocando em conta tanto as vendas de brinquedos quanto outros matérias, nenhuma palavra está sendo dita sobre a sequência. Na verdade, parece que um longa de animação está sendo considerado para 2019 e uma série animada para 2018.

Se as animações irão ter o elenco original isso ainda não sabemos. Amy Pascal era a mais aberta a ideia das Caça-Fantasmas do diretor Paul Feig, com ela fora da jogada podemos ver realmente grandes mudanças pelo caminho.

 

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Caça-Fantasmas 2 pode não acontecer devido a baixa bilheteria 4







Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.