Chadwick Boseman vai viver samurai africano do Japão no século XVI 16
Marvel Studios' BLACK PANTHER T'Challa/Black Panther (Chadwick Boseman) Photo: Matt Kennedy ©Marvel Studios 2018
Cinema

Chadwick Boseman vai viver samurai africano do Japão no século XVI

De acordo com informações divulgadas pelo site Deadline, Chadwick Boseman vai interpretar o primeiro samurai africano em um filme ainda sem título. 

Chadwick viverá Yasuke, um guerreiro que viveu no Japão no século XVI e foi trazido de Moçambique para ser escravo de missionários jesuítas. Porém, por ser negro, ele chamou a atenção do Lorde Guerreiro Nobunaga e, com o tempo, eles viraram grandes amigos e Yasuke virou samurai.

“A lenda de Yasuke é um dos maiores segredos da história e ele é a única pessoa não-asiática a virar um samurai. Não é apenas um filme de ação, é um evento cultural, uma troca e estou animado a fazer parte disso”, afirmou Boseman.

Doug Miro vai escrever o roteiro e o longa ainda não tem data de lançamento. 

Chadwick Boseman vai viver samurai africano do Japão no século XVI 17

via Omelete

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Chadwick Boseman vai viver samurai africano do Japão no século XVI 18


O que você achou desse Post?

LOL
0
GOSTEI
0
AMEI
0
CONFUSO
0
Engraçado
0
Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply