Chris Evans é o ator mais rentável de 2016! 10
Cinema

Chris Evans é o ator mais rentável de 2016!

Pelo segundo ano consecutivo,  Chris Evans (Capitão América), é o ator mais rentável de 2016, segundo a revista Forbes. Evans rende U$ 135,80 para cada U$1 de salário.

Para formular a lista a revista leva em consideração os últimos três filmes lançados por cada ator até junho. Animações e personagens insignificantes não são levados em consideração. Para participar a pessoa precisa ter lançado no mínimo um trabalho válido para a contagem desde junho de 2015.

Confira a lista aqui em baixo:
1. Chris Evans – US$ 135,80
2. Chris Pratt – US$ 125,40
3. Scarlett Johansson – US$ 88,60
4. Mila Kunis – US$ 49,50
5. Vin Diesel – US$ 32
6. Jennifer Aniston – US$ 27,80
7. Ben Affleck – US$ 20,10
8. Robert Downey Jr. – US$ 18,40
9. Matt Damon – US$ 17,70 e Jennifer Lawrence – US$ 17,70 

Sete dos 10 atores que aparecem na lista fazem parte de filmes de super-herói, como:  Chris Pratt  (Guardiões da Galáxia), Vin Diesel (Guardiões da Galáxia), Ben Affleck (Batman v Superman) e Scarlett Johansson (Capitão América: Guerra Civil).

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Chris Evans é o ator mais rentável de 2016! 11







Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.