Cinderela | Crítica 3
Cinema

Cinderela | Crítica

Uma bela adaptação, seguindo os passos do clássico de 1950.

Cinderela é o tipico filme clássico da Disney cheio de brilho, sorrisos, heroínas graciosas e bondosas, vilões que vocês sabe que são logo de cara e um pouco de mágica. Basicamente, foi tudo que eu pretendia ver com um toque amais de humor.

O filme conta a história de Ella ( Lily James) que sempre foi ensinada pela sua mãe a ser corajosa e carinhosa, mesmo quando morreu por uma doença repentina. Ela passou anos com seu pai até o dia em que ele decidiu tentar dar uma outra chance ao amor e se casa com Lady Tremaine ( Cate Blanchett), uma mulher fria que tem como companhia suas duas filhas histéricas. Quando o pai acaba por também falecer, a vida da garota muda completamente e parece que não há escapatória da crueldade que se tornou. Até o dia em que sua bondade e um pouco de magia a levam a conhecer o príncipe de seu reino ( Richard Madden).

O elenco conta com uma série de atores britânicos, o que mostra que tudo fica melhor com um sotaque britânico. Vocês podem ver isso pela narradora, Helena Bonham Carter, que faz a Fada Madrinha. Eles não podia ter escolhido um sotaque melhor, ou uma princesa melhor. Lily James fez uma Cinderela perfeita. É só você olhar para ela que é impossível não imagina-la como uma princesa de contos de fada, até o seu olhar denuncia isso.

Suas cenas com  todo o resto do elenco também foram muito bem feitas. Na verdade, todo o elenco ficou de parabéns, se integraram aos seus personagens de um jeito teatral que me lembrou uma peça, mesmo com o filme tendo passado numa leveza que podia ser expressada como “Num piscar de olhos.”

Em resumo, Cinderela é um filme divertido que vai agradar a todos que querem reviver a magia Disney. Não importa a idade que você tenha. Os meninos podem não gostar tanto quanto as meninas, mas todos soltarão umas boas risadas ( especialmente na cena da carruagem).

Confira o trailer abaixo: 

[[youtube http://www.youtube.com/watch?v=KsnlU2y-Lz0]]

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Cinderela | Crítica 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply