Death Note da Netflix pode ter continuação, segundo o diretor 18
CinemaNetflix

Death Note da Netflix pode ter continuação, segundo o diretor

Sim, todo mundo está ODIANDO a adaptação que a Netflix fez para o anime Death Note, e para a tristeza (ou alegria dos fãs, não sabemos dizer ao certo), o diretor do filme falou que ele pode ter uma continuação.

Em entrevista para o THR, Wingard revelou que ideias para uma sequência do filme:

No fim das contas, há diversos lugares para explorar e levar Light. E a série é meio que sobre sua queda como um personagem. Esse é meio que o início disso ou a origem. Definitivamente tem vários lugares para ir e nós sabemos em geral para onde podemos levar isso. Esperamos que as pessoas assistam e a Netflix vai encomendar uma sequência. Eles definitivamente estão prontos. Apenas precisam que as pessoas assistam.

Se isso vai acontecer ou não é outra história, mas o diretor também explicou como foi sua abordagem e que achou que seria melhor se distanciar do anime original, dando Speed Racer como exemplo.

Coisas como Speed Racer, por exemplo, eles estão realmente tentando trazer o anime para a tela. O que eu queria fazer era adaptar como se faria com um livro – como se as pessoas nunca tivessem visto nada daquilo. Eu não queria que parecesse com o anime.

Death Note já está disponível na Netflix.

via Jovem Nerd

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Death Note da Netflix pode ter continuação, segundo o diretor 19


O que você achou desse Post?

LOL
0
GOSTEI
0
AMEI
0
CONFUSO
0
Engraçado
0
Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply