Michael Keaton pode ser o vilão do primeiro filme solo novo Homem-Aranha 3
Cinema

Michael Keaton pode ser o vilão do primeiro filme solo novo Homem-Aranha

Spider-Man: Homecoming será o titulo do mais novo filme solo do Cabeça de Teia mais amado da vizinhança. Acho que o titulo não é nenhuma surpresa, já que remete muito ao fato do personagem estar voltando para sua casa, ou seja, a Marvel. Embora o titulo divida opiniões, ninguém esperava quem iria se juntar ao longa como vilão.

c1syoaxvsbv4bbaiecld

Segundo a Variety, a Marvel e a Sony estariam de olho no ator Michael Keaton para interpretar o vilão do longa. Ainda não é nada oficial, mas Keaton não é nenhum estranho no mundo dos quadrinhos. Tendo interpretado o Batman nos dois primeiros filmes de Tim Burton, o ator voltou com tudo aos holofotes com os filmes Birdman e Spotlight.

Acho que ele seria perfeito para trazer esse vilão às telonas.

2b14e6b63b6b21cf310998047735519a

O Homem-Aranha (Tom Holland) será introduzido no filme Capitão América: Guerra Civil, que chega dia 28 de abril nos cinemas. 

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Michael Keaton pode ser o vilão do primeiro filme solo novo Homem-Aranha 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.