“Não vivi uma vida PG-13”, diz Elton John sobre versão família de Rocketman

O músico afirmou que foi difícil produzir o longa, pois muitos estúdios queriam silenciar as partes que envolviam sexo e drogas.

Elton John escreveu um artigo pessoal no jornal The Guardian falando sobre os percalços que passou para levar a história da sua vida ao cinema com o filme Rocketman, que estreia neste próximo dia 30.

O músico afirmou que foi difícil produzir o longa, pois muitos estúdios queriam silenciar as partes que envolviam sexo e drogas.

“Alguns estúdios queriam diminuir o tom do sexo e das drogas para o filme receber a classificação para 13 anos. O problema é que eu não tive uma vida para pessoas de 13 anos”, escreveu John no Guardian.

Não que eu quisesse um filme cheio de drogas e sexo, mas todo mundo sabe que eu experimentei muito dos dois nos anos 70 e 80. Não tem muito propósito em fazer um filme que me mostre como uma cara que depois dos shows ia pro hotel tomar um copo de leite quente e ler a bíblia.

Bohemian Rhapsody, a cinebiografia do Queen, se afastou de todas as polêmicas e não mostrou cenas explícitas de sexo ou Freddie Mercury usando drogas. 

via – NerdBunker

Leia Mais
The Flash S01x18: All Star Team Up| Crítica da Série