Novo Exterminador do Futuro deve dar um prejuízo de 100 milhões de dólares! 4
Cinema

Novo Exterminador do Futuro deve dar um prejuízo de 100 milhões de dólares!

De acordo com informações divulgadas pela Variety, depois do fiasco de Projeto Gemini (que deve render 70 milhões em prejuízo para as empresas que financiaram o filme), o novo Exterminador do Futuro deve dar um prejuízo de 100 milhões de dólares.

A boa noticia para a Paramount é que, igual aconteceu com Projeto Gemini, o filme não foi financiado 100% pelo estúdio, 30% do rombo vai ficar para a Skydance e outros 30% para a Disney (o filme foi co-financiado pela Fox) e mais 10% com a Tencent.

A Variety chegou a esse numero depois de algumas previsões para a bilheteria final pelo mundo. A Paramount e a Skydance, que foram as responsáveis pelo o lançamento do filme no US, estimavam que o filme estreasse com mais de 40 milhões em arrecadação e não chegou nem a 30 milhões. Mais uma vez o estúdio acreditou que a China seria a salvação do fiasco, mas o filme não deve chegar nem a 50 milhões em arrecadação depois de ter estreado com apenas 28 milhões.

Segundo especialistas, o filme teria que arrecadar entre 450 milhões pelo mundo pra começar a dar algum lucro. mas as projeções indicam que o filme morre antes de chegar em 200 milhões. O filme teve um orçamento de 185 milhões de dólares e mais 80-100 milhões em divulgação.

fonte Variety

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Novo Exterminador do Futuro deve dar um prejuízo de 100 milhões de dólares! 5


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply