Titanic foi  lançado em 1997, mas até hoje uma cena do filme gera muita polêmica entre os fãs, e o diretor James Cameron resolveu colocar um fim nessa dúvida, deixando a resposta bem clara.

A cena em questão é a “cena da porta”, onde Jack, vivido pelo ator Leonardo DiCaprio,  luta pela sobrevivência ao lado de Rose (Kate Winslet) no final do filme, mas acaba morrendo para salvar sua amada.

Muita gente tem certeza absoluta que o rapaz cabia perfeitamente em cima daquela porta onde estava Rose (Kate Winslet) e não precisava afundar no oceano, tanto que essa polêmica já foi até tema de um episódio dos MythBusters, em 2012.

Em entrevista recente, Cameron disse que precisava terminar com esse debate, afinal, foi ele que fez o filme. “É muito, muito simples. Se você ler o roteiro, página 147, diz: ‘Jack sai da porta e dá seu lugar para ela, assim ela pode sobreviver’. E nesse nível de simplicidade. Você pode fazer toda a análise póstuma que quiser”, afirmou.

“Então, vamos brincar disso. Você é Jack, está em uma água com temperatura de -2ºC, seu cérebro está começando a te avisar sobre a hipotermia. Os Mythbusters sugerem a você uma logística que implica em retirar ambos os coletes salva-vidas, mergulhar por debaixo da porta, anexá-los de alguma forma que eles não escapem, o que demorará entre 5 e 10 minutos. Quando você voltar, já estará praticamente morto”, continuou.

“Portanto, isso não iria funcionar. A melhor escolha neste caso foi manter a parte superior do corpo para fora da água, na expectativa de ser encontrado rapidamente por um bote salva-vidas, antes que morresse”, continuou.

Só queria deixar claro que uma imagem vale mais que mil palavras, ou seja, acredito que ele sobreviveria, e aqui vão algumas formas possíveis:

via virgula

Deixe sua opinião aqui :)