A Paris Filmes, em parceria com a Downtown Filmes, teve em 2016 a melhor marca na história da distribuidora. Juntas, as empresas alcançaram a 1ª posição do market share em lançamentos nacionais com mais de 80% de participação de mercado. Somando o público de filmes nacionais e estrangeiros, a Paris Filmes contabilizou 32,2 milhões de espectadores ao longo do último ano.

Entre os destaques da distribuidora para o ano de 2017 estão “Eu Fico Loko”, estrelado por Christian Figueiredo, que abre em 12 de janeiro o calendário de lançamentos da Paris e leva para os cinemas a história inspirada no livro homônimo do jovem que sofria bullying na infância e deixou o anonimato pouco tempo depois, tendo alcançado 7 milhões de inscritos no seu canal no Youtube. Na sequência, em 19 de janeiro, Emma Stone e Ryan Gosling formam um novo par romântico em “La La Land – Cantando Estações” – filme que concorre em 7 categorias na 74ª edição do Globo de Ouro, incluindo Melhor Filme na categoria Comédia ou Musical e Melhor Roteiro e Direção para Damien Chazelle. A produção retrata a trajetória de Mia [Emma Stone], uma aspirante a atriz, e Sebastian [Ryan Gosling], um músico de jazz dedicado, que estão lutando para sobreviver e alcançar o sucesso em Los Angeles.

Ainda em janeiro, dia 26, a Paris apresenta sua primeira animação do ano, “A Bailarina”, com Mel Maia, que empresta a voz à protagonista da trama, Felicie – uma sonhadora menina órfã que almeja realizar o sonho de ser uma grande bailarina. Para isso, ela toma uma atitude arriscada para conseguir o que quer: foge para Paris e decide se passar por outra pessoa, e consegue uma vaga no Grand Opera, onde vai aprontar muitas aventuras.

Em 23 de fevereiro, “Internet – O Filme” leva às telonas a espontaniedade das redes sociais, com suas principais estrelas. Em 8 esquetes, a comédia apresenta diferentes tramas que dialogam com situações recorrentes do dia a dia. Com produção Paris Entretenimento, o elenco reúne os principais influenciadores digitais do Brasil, como Nakada, Teddy, Gusta, Cocielo, Pathy dos Reis, além de Felipe Castanhari, Rafinha Bastos, Cauê Moura, entre outros. Fillipo Capuzzi Lapietra assina a direção.         

Power Rangers”, um dos filmes mais aguardados pelo público neste ano,  chega aos cinemas brasileiros em 23 de março com direção de Dean Israelite. O longa acompanha a trajetória de cinco adolescentes comuns, que descobrem dons extraordinários quando eles percebem que a sua pequena cidade, Angel Grove, e o mundo inteiro está a beira de ser extinto por uma ameaça alienígena. O elenco da ficção inclui Dacre Montgomery (Ranger Vermelho), Becky G. (Ranger Amarelo), Ludi Lin (Ranger Preto), Rj Cyler (Ranger Azul), Naomi Scott (Ranger Rosa), além de Elizabeth Banks e Bryan Cranston. Já em abril, dia 6, chega aos cinemas “A Cabana”, produção baseada no livro homônimo de William P. Young que vendeu mais de 3 milhões de cópias em todo mundo.


Em 4 de maio, entra em cartaz o filme dirigido por Fabrício Bittar, “Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola”. Imerso no universo infanto-juvenil, o longa traz os jovens Bruno Munhoz e Daniel Pimentel como os estudantes Bernardo e Pedro, respectivamente, que se veem divididos entre as obrigações escolares, a necessidade de tirar boas notas e ter bom comportamento, e a falta de propósito em cumprir todas as normas de uma escola que adota medidas politicamente corretas graças ao diretor Ademar (Carlos Villagrán). No mesmo mês, a Paris ainda lança “Extraordinário”, um drama de Stephen Chbosky com Julia Roberts, Jacob Tremblay, Noah Jupe e Owen Wilson. A estreia é em 11 de maio.

Com realização Paris Entretenimento, “Meus 15 anos”, com Larissa Manoela, estreia em 29 de junho. “Detetives do Prédio Azul”, inspirado na série do Canal Gloob, tem estreia confirmada para 13 de julho.

Já em 10 de agosto, Leandro Hassum volta às telas de cinema em “Malasartes e o Duelo Com a Morte”, sob direção de Paulo Morelli. Celebrando o Dia das Crianças, em 12 de outubro, a animação “My Little Pony – O Filme” entra em cartaz. No início de novembro, dia 2, é a vez da cinebiografia do Bispo Edir Macedo, “Nada a Perder – Parte 1”, ganhar as telonas.


Deixe sua opinião aqui :)