A polêmica da vez envolve a produção do filme norte-americano “ADog’s Purpose”, que no Brasil se chama “Quatro vidas de um cachorro”, e dessa vez, não é mimimi da internet.

Acontece que o site “TMZ” teve acesso a um vídeo dos bastidores do filme, onde podemos ver um Pastor Alemão aterrorizado sendo forçado a entrar em uma piscina com motores que simulavam a correnteza de um rio. Segundo a publicação, um representante da American Humane Association, organização que protege os animais, foi suspenso por não interferir na cena.

Estava mega ansioso para assistir esse filme, mas depois desse vídeo (devem existir outros, e tenho certeza que vão fazer de tudo para não deixar vazar) não sei mais o que pensar sobre essa produção, que tinha tudo para dar certo. 

O site obteve um vídeo que mostra a agonia do cachorro enquanto é possível ouvir alguém gritando “corta”. 

Ainda segundo a publicação, o diretor do filme, Lasse Hallstrom, estava presente no momento da filmagem. Acredita-se que a cena tenha sido gravada em novembro de 2015 perto de Winnipeg, no Canadá. O ator Josh Gad, que fez a voz do cachorro, lamentou: “Estou abalado e triste por ver qualquer animal colocado em uma situação contra a sua vontade”, disse.

A PETA, maior organização de defesa dos animais, defendeu o boicote ao filme. “A PETA está convidando os amantes de cães a boicotar o filme para enviar a mensagem de que cães e outros animais devem ser tratados com humanidade, e não como adereços de filmes”, afirmou o órgão.

Os produtores do filme, Amblin Partners e Universal Pictures, disseram que vão analisar as imagens. “Promover um ambiente seguro e garantir o tratamento ético de nossos atores animais foi de extrema importância para aqueles envolvidos na realização deste filme e vamos analisar as circunstâncias em torno deste vídeo”, informaram.

via Extra – O Globo

Deixe sua opinião aqui :)