Poderia Kevin Smith dirigir o filme do Flash? 3
Cinema

Poderia Kevin Smith dirigir o filme do Flash?

Kevin Smith talvez seja um dos diretores nerds com menos sorte em Hollywood. Mesmo tendo conseguido conquistar seu espaço na cultura geek com filmes que divertem o público até hoje, nenhum grande estúdio parece querer investir em seus trabalhos e lhe dar uma chance de participar numa super produção.

Nosso amigo acabou tendo que se contentar em dirigir dois episódios da série de TV do Flash – que por sinal são muito bons. O último episódio do Velocista Escarlate, intitulado Killer Frost, está sendo chamado de o melhor da temporada até agora pelos fãs. 

Então porque não dar uma chance a ele? Com o filme do Flash sofrendo mais um problema ao perder outro diretor, porque não entregar o filme a Kevin Smith? O diretor acabou falando disso numa live no Facebook.

Segundo Kevin, “Se alguém chegasse tipo ‘você quer fazer o filme do Flash?’ Então essa seria minha primeira resposta. Eu diria que com certeza, mas você deve tentar primeiro Tim Miller ou quem sabe as Wachowskis, eu listaria um monte de outras pessoas que eu posso pensar que fariam um filme do Flash brilhante.

Embora Tim e as Wachowskis sejam boas opções, acredito que Kevin é o homem certo para trazer um Barry Allen mais humorado e divertido para seu longa solo.

 

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Poderia Kevin Smith dirigir o filme do Flash? 4







Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.