Power Rangers | Cena romântica foi cortada a pedido do público na exibição-teste 3
Cinema

Power Rangers | Cena romântica foi cortada a pedido do público na exibição-teste

Hollywood – e o público – estão mudando! Os papeis femininos não precisam mais de envolvimento com os personagens masculinos para se mostrarem fortes. Pelo menos foi isso que aconteceu no filme Power Rangers.

Segundo o diretor do longa Dean Israelite, uma cena romântica entre a Ranger Rosa, Kimberly, e o Ranger Vermelho, Jason (Drake Montgomery e Naomi Scott), foi cortada porque o público da exibição-teste achou que seria muito clichê e que não era necessário para o caminhar da história.

O beijo aconteceria na cena em que Kimberly confessa a Jason o seu passado.

“Fazer daquela cena um momento romântico entre ela e Jason seria rebaixar a personagem dela e colocá-la num clichê de personagem feminina que apoia o líder masculino. Eu achei ótimo que o público insistiu muito contra isso”, afirma o diretor.

É muito interessante ver que a mentalidade do público está mudando e que os estúdios estão escutando o que ele tem a dizer.

Via Papel Pop

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Power Rangers | Cena romântica foi cortada a pedido do público na exibição-teste 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.