Presidente da organização do "Globo de Ouro" se pronuncia após boicote promovido pela Netflix 4
CinemaNetflix

Presidente da organização do “Globo de Ouro” se pronuncia após boicote promovido pela Netflix

Na última sexta-feira, a Netflix declarou que estava cortando qualquer vínculo com a Hollywood Foreign Press Association (HFPA), o grupo responsável pela organização do Globo de Ouro.

A notícia veio depois de uma longa reportagem que revelou, entre os mais de 80 integrantes da HFPA, não havia nenhuma pessoa negra, mesmo que anteriormente o grupo tenha se comprometido a ser mais inclusivo e diverso.

“Como muitos da nossa indústria, nós estávamos esperando a notícia de hoje na esperança de que vocês reconheceriam os problemas dentro da HFPA, promovendo um planejamento detalhado para sua mudança,” disse Ted Sarandos, o vice-CEO da Netflix em uma carta publicada pelo Deadline“A votação de hoje é um primeiro passo, no então, nós não acreditamos que as novas políticas propostas — particularmente por conta do tamanho e velocidade da expansão da sua equipe — vai resolver os desafios sistêmicos de diversidade e inclusão da HFPA, ou a falta de padrões claros sobre como seus membros deveriam agir. Então nós estamos encerrando nossas atividades com sua organização até que mudanças significativas sejam feitas. Nós sabemos que vocês possuem muitos integrantes bem intencionados que querem uma mudança real — e que todos nós precisamos trabalhar para criar uma indústria com equidade e inclusão, mas a Netflix, e muitos dos nossos talentos e criadores, não pode ignorar as falhas coletivas da HFPA em resolver esses erros cruciais com urgência e rigor.” 

Outras organizações como a Amazon e a Times Up, grupo formado para denunciar o abuso e machismo em Hollywood, declararam apoio à Netflix.

Diversos atores e roteiristas também elogiaram a medida da plataforma que, até na última edição do Globo de Ouro, acumulou 42 indicações e levou 6 prêmios.

Ali Star, presidente do HFPA publicou uma carta clamando por uma reunião com a Netflix. Exaltando a plataforma de streaming, ele pede para que os grupos possam discutir juntos como fazer essas mudanças da forma mais eficiente e rápida possível.

“Nós sempre valorizamos nossa relação com a Netflix e nós buscamos trazer notícias sobre filmes e seriados para o mundo. Nós ouvimos suas preocupações sobre as mudanças que nossa associação precisa fazer e nós queremos garantir que estamos trabalhando nisso com muito empenho”, declarou Star na carta publicada pelo The Wrap“Nós podemos assegurar que nossos planos refletem o clamor dos nossos apoiadores e críticos, e nós verdadeiramente acreditamos que nossos planos criarão uma reforma significativa de inclusão em nossa associação de uma forma que orgulhe toda a indústria. Nós nos orgulhamos que nosso plano foi aprovado por mais de 90% dos nossos integrantes — e não há dúvidas de que os integrantes estão abraçando esta oportunidade. Nós adoraríamos nos encontrar com você e sua equipe para que nós possamos revisar nossas ações específicas que já estão sendo trabalhadas. Um diálogo aberto que nos ajudaria a garantir que estamos lidando com essas preocupações da forma mais rápida o possível.”

via legiaodosherois

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Presidente da organização do "Globo de Ouro" se pronuncia após boicote promovido pela Netflix 5


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Comments are closed.