Princesas Disney com diferentes etnias 22
Cinema

Princesas Disney com diferentes etnias

Uma estudante, autora do Tumblr Let There Be Doodles, criou versões alternativas para os personagens de famosas animações. Brincando com culturas distintas, a artista recriou as princesas Disney com diferentes etnias.

Branca de Neve ganhou uma versão espanhola, Cinderela virou uma gueixa, Jasmine ganhou um estilo afro, Mégara, de Hércules, agora é egípcia enquanto Ariel se transformou em uma linda indiana.

Veja abaixo:

Princesas Disney com diferentes etnias 23 Princesas Disney com diferentes etnias 24 Princesas Disney com diferentes etnias 25 Princesas Disney com diferentes etnias 26 Princesas Disney com diferentes etnias 27 Princesas Disney com diferentes etnias 28 Princesas Disney com diferentes etnias 29 Princesas Disney com diferentes etnias 30 Princesas Disney com diferentes etnias 31 Princesas Disney com diferentes etnias 32 Princesas Disney com diferentes etnias 33 Princesas Disney com diferentes etnias 34 Princesas Disney com diferentes etnias 35 Princesas Disney com diferentes etnias 36 Princesas Disney com diferentes etnias 37 Princesas Disney com diferentes etnias 38 Princesas Disney com diferentes etnias 39 Princesas Disney com diferentes etnias 40

via geekness

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Princesas Disney com diferentes etnias 41


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply