A Vigilante do Amanhã: Ghost in The Shell pode sofrer prejuízo de US$ 60 milhões 3
Cinema

A Vigilante do Amanhã: Ghost in The Shell pode sofrer prejuízo de US$ 60 milhões

Os resultados da bilheteria de A Vigilante do Amanhã: Ghost in The Shell estão bem abaixo do esperado, e tudo indica que o filme vai sofrer um prejuízo muito grande.

Segundo o Deadlinemesmo se o filme alcançar sua projeção de US$ 200 milhões arrecadados mundialmente, ainda ficará no vermelho, pois juntando os custos de produção e de publicidade, o filme custou mais de US$ 250 milhões, ou seja, geraria uma perda de aproximadamente US$ 60 milhões.

A Paramount culpou a polêmica de whitewashing pela bilheteria fraca de A Vigilante do Amanhã.


 

A trama de Ghost In The Shell acompanha major Motoko Kusanagi (Scarlett Johansson), uma policial cibernética, que luta para levar justiça às ruas de sua megacidade japonesa, em um futuro distópico. Ex-executivo da Marvel, Avi Arad é um dos produtores. O elenco contam também com Michael Pitt (Kuze), Juliette Binoche (Dra. Ouelet), Pilou Asbæk (Batou), Takeshi KitanoKaori MomoiChin Han e outros.

Leia nossa crítica de A Vigilante do Amanhã: Ghost in The Shell

via Omelete

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


A Vigilante do Amanhã: Ghost in The Shell pode sofrer prejuízo de US$ 60 milhões 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.