Vingadores: A Era de Ultron | Crítica 16

Vingadores: A Era de Ultron | Crítica


O universo fica maior, os heróis mais poderosos e as ameaças vêm de dentro deles.

Depois de mais de três anos de espera, finalmente os heróis mais poderosos da terra voltam a juntar forças num filme muito maior que o primeiro. A Era de Ultron vai além de seu antecessor, viajando por todo mundo e unindo todos os pontos que os filmes solos deixaram. Homem de FerroRobert Downey Jr.), Capitão AméricaChris Evans), ThorChris Hemsworth), HulkMark Ruffalo), Viúva NegraScarlett Johansson) e Gavião Arqueiro ( Jeremy Renner) estão na busca pelo cetro de Loki. O poderoso Tesseract que quase causou a destruição da terra. Eles nem tem ideia de quanto poder estão lidando, mas logo terão quando os gêmeos surgirem e o maior inimigo dos Vingadores começar a ganhar vida.



Esse filme conseguiu misturar bem o ritmo divertido dos filmes da Marvel com um clima mais sombrio, coisa que os últimos filmes do estúdio estão tentando passar desde Capitão América: O Soldado Invernal.

Tony Stark está querendo colocar uma armadura sobre o mundo, algo mais poderoso que os Vingadores e que consiga trazer a paz mundial. Com o poder do Tesseract ele finalmente encontrou a inteligencia artificial para isso e um modo de finalizar o programa Ultron.

Ultron ( James Spader) aprendeu rápido sobre o mundo e toda a história humana, tanto que ele encontrou apenas um modo para a paz: A evolução. Estando em todos os lugares ao mesmo tempo, Ultron se mostrou um inimigo a altura de nossos heróis. Algumas vezes ele se mostrou um tanto infantil, mas entendo que ele ainda é jovem e não consegue controlar suas emoções. Ele quer destruir a humanidade, mas não quer ficar sozinho. Dá para ver que ele não enxerga os irmãos os Maximoff, PietroAaron Taylor-Johnson) e Wanda ( Elizabeth Olsen), apenas como armas. Ele se importa com eles.

Os dois foram muito bem colados no filme e sua união com a equipe no final foi tão natural que foi como se eles sempre fizessem parte dos Vingadores.

No final entramos mais a fundo nas gemas do infinito. Com o Tesseract revelando ser a gema da mente e mais três terem surgido, Thor percebe que isso não é uma coincidência e parte para encontrar respostas. Todos os Vingadores seguiram seus caminhos no final, alguns muito longe, outros bem perto. Novas ameaças podem surgir e Capitão América e Viúva Negra tem que treinar a nova geração.

Vingadores: A Era de Ultron foi um dos melhores filmes da Marvel, com cada personagem ganhando seu próprio espaço e sendo desenvolvido do seu jeito. E nem me faça falar da cena pós-créditos. A fase três da Marvel será sobre Thanos

Confira o trailer do filme abaixo:

[[youtube http://www.youtube.com/watch?v=I4lgl7ImHSg]]

Personagens
85
Enredo
85
Fotografia
80
Efeitos Especiais
90
Trilha Sonora
85
Nota dos Leitores:0 Votes
0
85


Vingadores: A Era de Ultron | Crítica 17

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
Vingadores: A Era de Ultron | Crítica 27
Tom Welling e Lynda Carter podem aparecer em novo crossover do Arrowverse