WiFi Ralph | Lucasfilm pediu para piada de Kylo Ren ser cortada do filme 6
Cinema

WiFi Ralph | Lucasfilm pediu para piada de Kylo Ren ser cortada do filme

Rich Moore, diretor de WiFi Ralph, revelou em entrevista ao IGN (via CBM) que precisou cortar uma piada sobre Kylo Ren do novo filme da Disney.

“Em certo momento tínhamos uma piada sobre Kylo Ren ser uma criança mimada. Fomos até a Lucasfilm e falamos ‘estamos fazendo isso’. E eles disseram ‘bom, nós preferimos que vocêo não o mostre como uma criança mimada. Sabe, ele é nosso vilão e preferimos que vocês não façam isso’. Então nós respeitamos isso”.

Kylo Ren é interpretado por Adam Driver na nova trilogia de Star Wars, e convenhamos, é o retrato fiel de uma criança SUPER mimada.

Confira o teaser trailer:

No longa, Ralph deixa o fliperama para trás para se aventurar no mundo da Internet, mais uma vez ao lado de Vanellope von Schweetz, em busca de um meio de salvar o videogame de sua amiga, a Corrida Doce. Para isso, eles precisarão explorar o desconhecido e dependerão dos internautas, além da empresária Yesss e do site “BuzzzTube”.

O filme conta com Jane Lynch (Sargento Calhoun), Jack McBrayer (Felix) John C. Reilly (Ralph), Sarah Silverma(Vanellope) e Taraji P. Henson (Yess) no elenco.

WiFi Ralph chega aos cinemas americanos em 21 de novembro 2018. No Brasil, o longa só estreia em 3 de janeiro de 2019.

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


WiFi Ralph | Lucasfilm pediu para piada de Kylo Ren ser cortada do filme 7







Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.