No Coração do Mar | Crítica 3
Críticas de Filmes

No Coração do Mar | Crítica

A história que inspirou o clássico Moby Dick não foi tão grande assim.

Um dos filmes mais esperados do final do ano, depois de Star Wars, chegou na época natalina para animações de muitos. A história dos marinheiros que conseguiram sobreviver meses à deriva no mar depois do naufrago de seu navio. A série de eventos extraordinários que inspirou Herman Melville a inscrever sobre a grande baleia branca que tanto conhecemos.

O filme tem mesmo uma escala gigantesca, querendo  recriar da maior forma possível o cenário de vida e morte no mar que a tripulação do capitão George Pollard, Jr.(Benjamin Walker) e seu imediato Owen Chase (Chris Hemsworth) enfrentaram. Em termos de efeitos especiais não tenho muito o que falar. Embora no começo as cenas no mar pareceram um pouco falsas, quase como algo que você veria num vídeo game, o filme conseguiu se recuperar na hora que mostrou a força da poderosa baleia. Maior que o navio, ela parecia mais um monstro do que uma criatura do mar.

O diretor Ron Howard (O Código Da Vinci) não falhou na escala do filme, mas sim na história. O inexperiente Charles Leavitt (O Sétimo Filho) não conseguiu criar um enredo consistente o bastante para seu tamanho. Você nunca sente de verdade a dor ou o desespero dos marinheiros, sendo que sempre que o filme está sendo levado para algo mais tenso ele já muda de direção.

Foi interessante eles terem colocado o autor de Moby Dick a procura da verdadeira história, mas não causou o efeito esperado. Os atores não estavam ruins, mas não estavam excepcionais. Claro que Chris mostrou que é mais do que apenas um rosto bonito. Ele deu o melhor de si e merece ser reconhecido por isso. Se continuar nesse caminho, terá uma carreira muito além de seu personagem Thor nos Vingadores.

2C6E5B5900000578-3238758-image-m-48_1442508163524

Mas a grande revelação do filme é o jovem Thomas Nickerson (Tom Holland). Depois de ver esse filme, consigo ver por que a Marvel e a Sony o chamaram para ser o novo Homem-Aranha. No momento em que ele aparece, é muito difícil não se importar com o jovem. Ele é o tipo de ator que você se envolve fácil e tem um espírito corajoso e divertido. Ideal para ser Peter Parker.

4ff70e30-3ed0-0133-9d48-0af7184f89fb

No Coração do Mar também mostrou um futuro promissor para Tom.

Confira o trailer do filme:

[[youtube https://www.youtube.com/watch?v=E_hwdx5k5_k]]

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


No Coração do Mar | Crítica 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Críticas de Filmes

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.