A Grande Mentira | Crítica

Em A Grande Mentira, o golpista Roy Courtnay, interpretado por Ian McKellen, iria aplicar novamente mais um golpe quando conhece a recém-viúva Betty McLeish, interpretada por Helen Mirren, em um site de relacionamentos. Porém, à medida em que Betty abre sua casa e sua vida para o vigarista, ele se surpreende quando começa a se importar com ela.

Aparentemente com uma trama simples, o seu enredo é apenas mais um filme típico de golpe, onde desde o começo somos apresentados às intenções reais do personagem de McKellen mas logo também descobrimos que sua vítima não é apenas uma pessoa indefesa como todas as outras. Entretanto, ambos os atores defendem seus personagens ao limite, especialmente em um filme que detém de um tom mais sério, mas que eventualmente acabam sucumbindo ao seu enredo fraco.




O enredo até que se apresenta como um projeto interessante por seu primeiro ato, mas seu desempenho começa a ser questionável quando aposta em esteriótipos de gênero e apresenta reviravoltas mirabolantes para situações que se fazem um tanto que desnecessárias. Ao final de seu segundo ato, o espectador se encontra perdido, embora McKellen e Mirren ainda persistam em defender seus personagens, mas tudo piora ainda mais quando adentramos no terceiro ato do filme.

Se tornando cada vez mais superficial, A Grande Mentira consegue desgastar todo o carisma que foi conquistado por seus protagonistas e com o interesse inicial do filme. Se antes o espectador estivesse instigado à saber o que aconteceria com a formosa personagem de Mirren, agora o espectador quer saber o que mais o filme pode apresentar em tão poucos minutos em uma trama que já parece estar sem foco, desligada de suas intenções inciais e demasiadamente tediosa.

A Grande Mentira é um filme surpreendentemente ruim, embora detenha de um elenco que faça bem o seu trabalho, mas consegue ser decepcionante ao ponto de resumir o enredo em uma grande contagem regressiva para seu término.

Personagens
Roteiro
Trilha Sonora
Efeitos Especiais
Nota dos Leitores:0 Votes
2

Leia Mais
Johnnie Walker lança whisky inspirado nos White Walkers de “Game of Thrones”