Doutor Estranho | Crítica 3
Críticas de Filmes

Doutor Estranho | Crítica

Abram as portas, porque o universo mistico finalmente chegou a Marvel.

Doutor Estranho é o mais novo filme do Universo Cinematográfico Marvel que prometia nos mostrar um novo lado desse mundo de super-humanos. Saindo da ficção-cientifica agora entramos com tudo a magia com Stephen Strange (Benedict Cumberbatch), um cirurgião arrogante que ao ter o controle de suas mãos limitadas, decide ir atrás de métodos menos convencionais para voltar a ser quem era. O que ele não imaginava era a grandiosidade do que estava por vir.

doctor-strange-disney

Tenho que dizer que estava muito ansioso para esse filme. Imagine poder ver um outro lado do mundo dos Vingadores que o Marvel Studios queria nos dar? Eu estava mais do que ansioso para me entregar a jornada de Stephen com a Anciã (Tilda Swinton), Barão Mordo (Chiwetel Ejiofor), Kaecilius (Mads Mikkelsen) e Christine Palmer (Rachel McAdams). E tenho que dizer que sai do cinema satisfeito. O filme tem uma fotografia impecável e com certeza é o mais lindo visualmente do estúdio. Desde os feitiços aos cenários, tudo é feito com muito cuidado.

Infelizmente, tenho que admitir que o visual é mais interessante do que a história em si. A jornada de Stephen é interessante e eu pude ver como o diretor Scott Derrickson queria fazer algo único com seu personagem, mas como o filme precisava seguir certos padrões de um blockbuster ele nunca conseguiu chegar lá, apenas nos dava vislumbres do que poderia em cenas grandiosas com bastante ação, efeitos especiais e comédia.

Marvel's DOCTOR STRANGE..Doctor Stephen Strange (Benedict Cumberbatch)..Photo Credit: Film Frame ..©2016 Marvel. All Rights Reserved.

Marvel’s DOCTOR STRANGE..Doctor Stephen Strange (Benedict Cumberbatch)..Photo Credit: Film Frame ..©2016 Marvel. All Rights Reserved.

Alguns personagens também podiam ser descartados, como o de Rachel e os ajudantes do vilão Kaecilius. Se não me engano eles nem tiveram uma fala.

Não me leve a mal, eu gostei bastante do filme e acho que ele tem bastante potencial, só acho que podiam ter focado um pouco mais na evolução de Stephen do que em seus poderes. Afinal, é apenas o primeiro filme.

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Doutor Estranho | Crítica 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Críticas de Filmes

Leave a reply