Férias Frustradas | Crítica 9
Críticas de Filmes

Férias Frustradas | Crítica

Mais um remake chega aos cinema, inspirado no mundo que John Hughes criou, o homem por trás de Curtindo a Vida Adoidado, Gatinhas e GatõesEsqueceram de Mim e o Clube dos Cinco. John era o tipo de diretor que criava histórias que você conseguia se identificar e ser levado de uma maneira que você mal percebia a jornada. Infelizmente, esse não é o caso.

Férias Frustradas conta a história de Rusty Griswold (Ed Helms), o caçula da família Griswold do filme original, que decidi levar sua esposa e filhos para mesma viagem que fez com seus pais e sua irmã quando era pequeno até o Walley World.

Como no filme original, as coisas não saem como planejado e eles tem que lidar com situações malucas

Acho que esse filme pode se enquadra com os longas como Família do Bagulho, Quero Matar Meu Chefe e Passe Livre, onde vemos personagens bobos e situações ridículas. Você acaba rindo e volta para casa sem algo memorável.

Não que aja algo de ruim nisso. Nem todo filme tem que ser algo incrível para agradar, ás vezes é legal apenas rir um pouco no cinema num filme mais leve. 

Christina Applegate foi um do destaques do filme. A atriz é conhecida por estar em filmes de comédia desse tipo e sempre consegue entregar um bom trabalho, não importando a situação ridícula que tenha que participar.

No final Férias Frustadas é um filme divertido que vai te trazer boas risadas dependendo dos seu humor. Não é exatamente um bom filme, mas você consegue relaxar na poltrona e esquecer um pouco dos problemas lá fora.

Confira o trailer abaixo:

  [[youtube http://www.youtube.com/watch?v=S2QPOyGvlhA]]

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Férias Frustradas | Crítica 10


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Críticas de Filmes

Leave a reply