Ford vs Ferrari | Crítica 4
Críticas de Filmes

Ford vs Ferrari | Crítica

Durante a década de 1960, para ganhar mais prestígio que sua concorrente Ferrari, a Ford decidiu entrar no ramo das corridas automobilísticas. Para isso, o ex-piloto Carroll Shelby, interpretado por Matt Damon, é contratado para comandar o ambicioso projeto. Shelby enfrenta problemas com a diretoria da Ford, especialmente quando se trata do piloto e engenheiro Ken Miles, interpretado por Christian Bale, que desvirtua da imagem da empresa.

Ford vs Ferrari é o típico filme que tem um encanto sobre a academia e a temporada de premiações, seja por sua estrutura dramática ou por apresentar mais uma história movida por sonhos ou superações, entregando tudo que um espectador espera de filmes de corrida — agradando até mesmo quem não é entusiasta do gênero.

Mas nem só de boas cenas de ação que um filme se alimenta. Embora agrade como um filme de corrida, a trama do filme acaba se desvalorizando por tentar colocar o foco demasiadamente na construção de carros ao invés de focar na história central de seus personagens, que têm muito à oferecer.

Resultado de imagem para ford vs ferrari gif

Mesmo com os diversos clichês do gênero, os personagens tentam por muitas vezes serem a alma do filme, e são de fato o fator instigante ao espectador continuar assistindo, e que cria uma afinidade direta do público com o que está sendo demonstrado em tela. Os personagens ainda são uma extensão estereotipada dessa construção destes acontecimentos, mas o elenco tenta superar os limites impostos em seus personagens.

Qualquer insistência que não tenha os personagens como objetivo, acaba por enfraquecer a alma do filme. Os clichês desta vez não acabam sendo o principal problema, mas sim o desgaste em momentos estruturais para o que se torna o grande objetivo central, a corrida de Le Mans — uma das mais tradicionais corridas automobilísticas do mundo — mas que sequer funciona como um desfecho para a história.

O filme se enfraquece à partir do momento que foca demais ao volante e não no que está por trás, na história que aqueles personagens querem contar. Embora seja um filme do gênero automobilístico, a grande atração desta vez não são os carros, e sim os bastidores e as pessoas envolvidas nesse acontecimento real.

Imagem relacionada

Entretanto, a história ainda consegue ser envolvente, engraçada e, até mesmo, divertida. A trama consegue fluir entre seus diversos momentos, alguns com mais fluidez, outros com mais incongruência, mas ainda sim é cativante e apresenta uma adrenalina admirável.

Ford vs Ferrari é um bom filme em que talvez os defeitos sejam mais fáceis de se discorrer do que seus pontos positivos, mas de forma alguma se torna uma frustração. É apenas um daqueles filmes que possuem elementos demais, e que perdem suas diretrizes. Mas ainda assim, é um grande e emocionante filme de corrida.

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Ford vs Ferrari | Crítica 5


O que você achou desse Post?

LOL
0
GOSTEI
0
AMEI
0
CONFUSO
0
Engraçado
0
Lais Alves
23 anos de muita paixão por cinema, pizza e de passar raiva em Summoner's Rift.

    Você pode gostar de:

    Mais Posts em:Críticas de Filmes

    Leave a reply