Hotel Transilvânia 3: Férias Monstruosas | Crítica

Uma comédia divertida para a criançada nas férias

Genndy Tartakovsky retorna ao Hotel Transilvânia para contar uma nova história do Conde Drácula (Adam Sandler), Mavis (Selena Gomez), Johnny (Andy Samberg) e o resto da gangue, agora embarcando num cruzeiro até Atlântida, numas férias bem monstruosas.



A primeira coisa que tenho a dizer sobre Hotel Transilvânia 3: Férias Monstruosas é que o filme não tem nem de longe o brilhantismo das animações da Pixar/Disney, em que até os adultos podem se emocionar e até soltar uma lágrima. Essa franquia é mais para as crianças e você vê isso claramente pelo modo que a animação é construída e como o humor clássico de Sandler é colocado na história.

Tendo dito isso, qual o problema de fazer uma animação para o publico infantil? As animações sempre tiveram um foco nas crianças. Nem tudo precisa ser feito de modo que os adultos também se divirtam e dá para ver bem como as crianças estavam mais do que entretidas com o que viam.

A adição da nova personagem Erika Van Helsing (Kathryn Hahn) podia ter sido melhor feita e o longa não consegue ser tão bom quanto seu antecessor, mas o terceiro capítulo da franquia é mais do que divertido e consigo vê-lo fazendo muito sucesso com a molecada.




» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
Personagens do Cartoon Network chegam ao McDonald’s