Mentes Sombrias | Crítica

Um filme com uma boa ideia, mas pouco inspirado

Mentes Sombrias é o mais novo lançamento da 20th Century Fox que chegou aos cinemas com quase nenhuma divulgação, e depois de ver o material final eu até entendo o porque. O filme de Jennifer Yuh Nelson é a adaptação do primeiro livro da série young adult de Alexandra Bracken, sobre um mundo em que quase não existe crianças, e as que sobreviveram a um perigoso vírus se tornaram muito mais do que simples humanos.



A ideia é boa e a atriz Amandla Stenberg já provou que é uma boa atriz, mas aqui acredito que ela foi mal escalada. Tirando a parte técnica não tenho muito o que dizer dessa adaptação. Queria poder falar pelo menos algo de bom do grupo de protagonistas, mas, tirando o alivio cômico perfeito do ator Skylan Brooks, o relacionamento deles não consegue atingir a audiência. Na verdade, o filme todo flui de uma maneira nem um pouco orgânica. Não tem nada de instigante nem na direção para te fazer investir na história desses jovens injustiçados.

No final, Mentes Sombrias talvez seja um bom exemplo de porque as adaptações literárias estarem migrando tanto para a televisão. 




» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
News: Capa do livro “Puros”, da autora Juliana Baggott.