Missão Impossível: Efeito Fallout | Crítica

Missão Impossível retorna para um sexto filme que talvez seja o melhor da franquia

O diretor Christopher McQuarrieTom Cruise retornam para mais uma aventura do agente Ethan Hunt (Tom Cruise) e sua equipe do IMF, dessa vez trazendo de volta inimigos e aliados do passado de um jeito que a franquia nunca fez antes. Eu fico pasmo vendo como Missão Impossível só está crescendo, sendo que muitos filmes já teriam perdido o folego no seu terceiro ou quarto longa. Parece que depois de Missão Impossível: Protocolo Fantasma, uma nova era se iniciou para esse universo.



Missão Impossível: Efeito Fallout não é só talvez o melhor filme dessa franquia, mas pode ser considerado um dos melhores filmes de ação já feito. Grande parte disso se deve ao retorno de McQuarrie a direção e ao próprio Tom Cruise. O homem parece uma máquina. Ele dispensa dublês e está disposto a aprender a pilotar um helicóptero para nos dar as melhores cenas de ação possíveis. É impossível não ficar sem folego uma vez sequer com as loucuras que Tom apronta.

Mas o resto do elenco também brilha, embora o personagem August Walker (Henry Cavil) é o que mais consegue rivalizar com Hunt. A dinâmica entre os dois trouxe momentos incríveis para esse filme. Sim, o Superman de bigode vs Tom Cruise é tudo que você poderia querer e até mais.

No final, Missão Impossível: Efeito Fallout vai te deixar querendo mais e mais desse universo. 




» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

More Stories
Confira a lista completa dos “ganhadores” do prêmio Framboesa de Ouro 2015