Missão Impossível: Nação Secreta |Crítica 3
Críticas de Filmes

Missão Impossível: Nação Secreta |Crítica

Tom Cruise retorna para fazer o que ele faz de melhor: O impossível.

Missão impossível – Nação Secreta é o quinto filme de Tom Cruise como o agente da IMF, Ethan Hunt. Pegando o gancho que o final do último nos deu, Ethan e sua equipe estão atrás do Sindicato, uma organização terrorista que ninguém até agora conseguiu provar a existência. Mas o que ele não sabia é o quão perigosos  eles poderiam ser. Talvez ele finalmente tenha achado um adversário a altura.

Esse filme foi um pouco diferente do que eu esperava. Desde Missão Impossível – Protocolo Fantasma, estava esperando um filme mais divertido, bem no estilo blockbuster, com piadas e cenas engraçadas, mas acabei sendo entregue a um filme que abraçou maios o gênero de espionagem. Não que o último não tenha sido um filme de espionagem, mas você conseguia ver a diferença entre esses dois. Nação Secreta abraçou mais o estilo James Bond e Ethan usou mais a inteligência para conseguir derrotar o vilão.

E que vilão foi esse. Ele não foi nenhum pouco memorável, e as vezes me irritava, mas ele conseguiu desafiar Hunt de uma maneira que o agente não conseguia pega-lo. Os dois eram os lideres de suas organizações e viveram uma constante batalha mental para ver quem pegava o outro primeiro. Isso eu gostei muito.

O resto da equipe tbm fez um bom trabalho. Jeremy Renner ( William Brandt), Simon Pegg ( Benji Dunn), Ving Rhames ( Luther Stickell) e a nova garota Rebecca Ferguson ( Ilsa Faust) foram perfeitos no filme ao lado de Cruise.

Claro que o filme teve seus problemas e eu achei algumas partes previsíveis e um tanto lentas, mas me diverti muito com essa pegada mais clássica. O final foi surpreendente. E é claro que Tom Cruise foi o grande motivo desse filme ter sido incrível.

Confira o trailer do filme abaixo:

 [[youtube http://www.youtube.com/watch?v=49fTQo6xBzo]]

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Missão Impossível: Nação Secreta |Crítica 4







Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Críticas de Filmes

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.