Mulher-Maravilha | Crítica 7
Críticas de Filmes

Mulher-Maravilha | Crítica

Eu demorei 1 semana para conseguir escrever essa crítica do filme solo da Mulher-MaravilhaEstava digerindo tudo o que eu assisti. Mas meus amores, QUE FILME.
 
Quem me conhece sabe que eu não estava muito confiante que finalmente a DC acertaria um filme. E saber que a protagonista é mulher, me deixou bem sem expectativa.
 
Mas pelo deuses.
 
Queria assistir de novo e de novo. E mais uma vez.
 
A história começa contando sobre a origem de Diana. Desde pequena,  cresceu como Amazona. E foi, com relutância por parte de sua mãe, treinada para ser a melhor guerreira.
 
Mulher-Maravilha | Crítica 8
 
Ela é forte, destemina e possui o maior coração que já vi. 
 
Quando vai para Terra, combater um certo Deus. Ela quer fazer de tudo para salvar pessoas que ela nunca viu. Por acabar com uma guerra que mata milhares de pessoas.
 
Eu gostaria que todos a vissem como exemplo de humanidade. 
 
O filme é recheado de plottwists, então não vou me estender muito.
 
Mas tenho que bater palmal para Gal, sério. Que mulher é essa? ( sei que ela apóia a guerra no país dela, mas não posso julgar as suas crenças. Apenas ter esperanças que, depois de viver a Mulher-Maravilha, ela consiga enxergar o mal que uma guerra pode fazer.) E sou grata, de verdade, por ela ter nos trazido essa super heroína.
 
Mulher-Maravilha | Crítica 9
 
E que direção a Patty fez? MULHER VOCÊ PODE DIRIGIR QUALQUER FILME. Ela soube, junto a sua equipe obviamente, a dosar todos os momentos. Ação, suspense, lutas, drama e até um pouco de romance.
 
Vi algumas pessoas questionando o romance tão rápido na trama. Mas meus amigos, como não se apaixonar por essa mulher e pelo Steve? Duas pessoas de mundos diferentes, mas com o mesmo objetivo. MEU SHIPP SIM!
 
Mulher-Maravilha | Crítica 10
 
STEVE. Você sempre terá um espaço no meu coração. A interpretação de Chris Pine foi maravilhosa e deu vida a um Steve que amei ver nas telas. Além de forte, era gentil, determinado e com um coração maravilhoso. 
 
Eu amo mitologias e estar imersa a uma que eu amo, me aqueceu a alma. Obrigada DC por nos presentear com esse filme. ( espero que agora tenham aprendido como é que se faz um filme realmente bom!)
 
MARVEL, CADÊ OS FILMES COM SUAS HEROÍNAS? #FikDik
 
E ai, quem assistiu? Deixe sua opinião nos comentários. 

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Mulher-Maravilha | Crítica 11


Lari Azevedo
Larissa Azevedo nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Desde pequena é apaixonada por arte, cores e literatura. Formada em Design Digital, é responsável pela parte visual do Burn Book é, juntamente com o Guilherme Cepeda, autora da série de livros "Série Minha Vida", e como fuga, lê todos os livros que pode, escreve e brinca no Photoshop. Me segue lá no SnapChat: lari.luara

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Críticas de Filmes

Leave a reply