O Homem nas Trevas | Crítica 3
Stephen Lang and Dylan Minnette star in Screen Gems' horror-thriller DON'T BREATHE.
Críticas de Filmes

O Homem nas Trevas | Crítica

Não respire. Não se mova. O menor dos barulhos pode atraí-lo até você!

Dá para contar nos dedos os filmes de terror nos últimos anos que conseguiram nos surpreender, mas num ano onde os blockbusters acabaram sendo uma decepção foi no terror que conseguimos voltar aos nossos assentos e nos perder por duas horas.

O Homem nas Trevas é um bom exemplo disso. Com uma história simples e poucos personagens, o diretor Fede Alvarez e produtor Sam Raimi conseguiram criar um filme tenso, que te faz segurar a respiração junto com Rocky (Jane Levy), seu namorado Money (Daniel Zovatto), melhor amigo Alex (Dylan Minnette) e veterano de guerra cego (Stephen Lang) que eles tiveram o azar de encontrar.

dontbreathetrio-0

Eu tenho que tirar o chapéu para as performances de Levy e Lang. Os dois foram a alma do filme, com suas atuações impecáveis nos trazendo diversas sensações quanto mais descobríamos sobre o misterioso homem e as decisões que os personagens tomavam.

Com certeza vou ficar de olho nos próximos trabalhos do diretor e na atriz depois desse. Ás vezes quando você sabe aproveitar a história que tem e os personagens, não precisa de muita coisa.

jane-levy-in-dont-breathe

Os filmes de terror podiam aprender com esse ao invés de cair sempre na mesma formula repetitiva

 

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


O Homem nas Trevas | Crítica 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Críticas de Filmes

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.