Pé Pequeno | Crítica 7
Críticas de FilmesLink na Bio

Pé Pequeno | Crítica

Um grande passo para os pés grandes e um gigantesco passo para uma vila…

Pé Pequeno é uma história em que Migo sendo um yeti segue todas as regras de seu vilarejo, acaba descobrindo a existência dos pés pequenos e por consequência banido até provar o contrário que os pés pequenos existem.

Pé Pequeno | Crítica 8

O filme foi dirigido por Karey Kirkpatrick, o mesmo participou de A fuga das galinhas, As Crônicas de Spiderwick, Os Smurfs 2 e James e o Pêssego Gigante, sendo seus mais conhecidos.

Podemos dizer que o filme teve uma construção narrativa muito boa, mostrando como funcionava a vila dos yetis e suas crenças, até a mecânica dos dois mundos e suas traduções entre si.

Pé Pequeno | Crítica 9

Seu visual foi muito bem trabalhado, a vila foi detalhada mesmo aparecendo em alguns momentos do filme e a cidade muito bem representada, com um excesso de poluição visual que encontramos nos países asiáticos.

Suas trilhas sonoras harmonizaram sempre com a situação, só talvez a pegada musical poderia ter sido diferente, mas entendemos também por serem as crianças seu público alvo.

E aí prontos para entrar no universo dos Yetis?

Pé Pequeno | Crítica 10

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Pé Pequeno | Crítica 11







Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Críticas de Filmes

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.