Em Peixonauta – O Filme,  teremos pela primeira vez uma história na cidade grande e longe da segurança do Parque das Árvores Felizes. Peixonauta (Fábio Lucindo), Marina (Fernanda Bullara) e Zico (Celso Alves) saem do Parque em busca do Dr. Jardim (Renato Márcio), e dos gêmeos Pedro (Rogério Viggiani) e Juca (Raphael Ferreira), mas ao chegarem à cidade grande encontram tudo vazio. Após investigarem melhor, percebem que as pessoas não sumiram, mas sim encolheram. Estão minúsculas e por isso a cidade parece deserta. Agora Peixonauta e seus amigos terão que descobrir a causa do encolhimento de todos e salvar a cidade. 

O roteiro em si é simples, mas dessa vez tem o desafio de agradar uma garotada que está acostumada as emoções dos blockbuster de super-heróis. Obviamente, para os adultos pode parecer algo banal, mas para as crianças será emocionante ver situações em que Peixonauta arrisca sua integridade pelo bem-comum (você já ouviu falar da “Iniciativa Vingadores”, agente?).

A cidade grande de que eles falam não recebe o nome, assim como os pontos por onde eles passam. Mas depois de ver locais como o Parque Ibirapuera, a ponte Octávio Frias de Oliveira e o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand foi possível concluir que falavam da capital paulista. Ver lugares icônicos assim mostra o que a cidade tem de melhor a oferecer. A trilha sonora também resgatou as origens brasileiras com o uso de instrumentos como triângulo e o violão.

As cores vivas se destacam, assim como as formas arredondadas, o que prenderá a atenção do público infantil. Músicas com letras simples e fácil assimilação compõem o longa, mas infelizmente parecem ser encaixadas de forma exagerada em alguns momentos. A interatividade com as crianças ficou garantida em dois momentos de dança que resgatam a essência da animação que elas costumam acompanhar pelo Discovery Kids.

Peixonauta – O Filme tem um nome forte, já que a produção brasileira atingiu o primeiro lugar em audiência do canal Discovery Kids. É importantíssimo para o país que uma animação nacional atinja tal marca, sendo que a maioria dos canais prefere exportá-las. Com essa valorização cultural e o cunho ambiental, o longa é uma ótima opção para levar as crianças.

A animação estreia dia 25 de Janeiro de 2018.


» Siga o Burn Book no Facebook , Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

 

68

Deixe sua opinião aqui :)

Sem mais artigos
window.WPCOM_sharing_counts = {"https:\/\/www.burnbook.com.br\/criticas-de-filmes\/peixonauta-o-filme-critica\/":40855};