Procurando Dory | CRÍTICA 3
Críticas de FilmesCinema

Procurando Dory | CRÍTICA

Bom, eu esperei 13 anos para vê-los de novo. Quando assisti Procurando Nemo pela primeira vez, eu tinha 14/15 anos e via o filme em VHS. De tanto eu alugar na locadoras às sextas-feiras, meu pai, cansado de assistir esse filme, me presenteou com a fita do filme. Acho que devo tê-la na casa dele ainda, mas lembro que assisti ao filme quase todos os dias.

Então, devido ao meu amor platônico, estava com muito medo de assistir e ao mesmo tempo, extremamente ansiosa.

O QUE DIZER DE PROCURANDO DORY?

Foi tudo o que eu esperava e mais um pouco. Em Procurando Dory, entendemos e conhecemos a sua origem e todos os motivos por ela ser, bem, meio louca.

A busca por sua família é maravilhosa e envolvente. Conhecemos os personagens que fizeram parte de sua vida e que a amavam. Dory tinha amigos e uma família incrível, mas devido a sua perda de memória recente, acabou se perdendo e demorando alguns anos para encontrar o caminho de casa. Mas, a busca valeu a pena. Principalmente por ver a Baby Dory. O cinema explodia em amor todas as vezes que ela aparecia, e eu inclusive. Que vontade de apertar essa fofinha.giphyAlém de seus antigos amigos, fomos apresentados a novos personagens. Seus amigos de infância, o Beluga Bailey, baleia-branca e a Destiny, tubarão-baleia.giphy (2)E amigos que ela conhece em sua busca, como o Polvo Hank, que mesmo com sua cara de malvado, conseguiu ser conquistado pela Dory. E quem não consegue? giphy (3)Mas quem roubou a cena mesmo, foram os três Leõs-marinhos, em especial o Geraldo.giphy (1)Merece até mais uma foto, por que ele é demais. <3 Fora fora fora fora fora… <3_dory2Posso dizer que amei o filme tanto quanto procurando Nemo. A história da Dory foi ainda melhor do que eu imaginava, eles conseguiram pegar todos os detalhes do Procurando Nemo, e foi tão mágico que uma lágrima escorria sempre que notávamos a referência.

Não poderia ser melhor, foi lindo, engraçado e mesmo que tenha um pouco de drama, acalmou meu coração de fã que estava com medo de assistir. Valeu os 13 anos de espera!

Já quero o DVD para poder assistir sempre que puder. 

E não esqueçam de ficar para os créditos. Tem uma cena fofinha demais. <3

Leia mais sobre Procurando Dory

Ah, antes do inicio do filme, temos um curta MARAVILHOSO. Veja o Tease abaixo. Vocês irão amaaaaaaaar <3

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Procurando Dory | CRÍTICA 4







Lari Azevedo
Larissa Azevedo nasceu em 1988, na cidade de São Paulo. Desde pequena é apaixonada por arte, cores e literatura. Formada em Design Digital, é responsável pela parte visual do Burn Book é, juntamente com o Guilherme Cepeda, autora da série de livros "Série Minha Vida", e como fuga, lê todos os livros que pode, escreve e brinca no Photoshop. Me segue lá no SnapChat: lari.luara

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Críticas de Filmes

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.