Quarteto Fantástico| Crítica 3
Críticas de Filmes

Quarteto Fantástico| Crítica

Um bom exemplo de quando um estúdio tira um filme das mãos do diretor e decidem mudar tudo.

Quarteto Fantástico acabou se tornando o filme mais polemico do ano. Os fãs não botavam fé, havia problemas nas filmagens e muitos já previam um fracasso. Bem, eles não estavam errados. Desde o momento de sua estreia, o filme recebeu uma jorrada de críticas negativas, tanto de críticos quanto do publico em geral.

Eu não sabia bem o que esperar. Eu tinha gostado muito do novo tom, embora me lembrasse muito Interstelar, do trailer. O diretor Josh Trank até conseguiu manter esse tom e teve certos pontos que me agradaram, mas, no final, ele acabou indo para um caminho que me desapontou.

O filme é mais uma ficção científica do que um filme de super-heróis, com cinco jovens e a descoberta de um universo paralelo. Na verdade, é basicamente isso. Se você viu o trailer, já viu praticamente o filme todo. Não teve surpresas. Tudo foi feito de uma maneira muito simples.

Os atores estavam bons, especialmente Miles Teller. Esse garoto tem um futuro promissor e acho que posso dizer que o talento dele, de Kate MaraMichael B. Jordan e Jamie Bell fazem com que você consiga ser levado a diante. Porque tudo é muito corrido e parecia que eles estavam querendo preparar o terreno para algo que nunca surgiu.

Em muitos momentos vi o dedo da Fox, que mudou certas direções do filme que tinham potencial. O terceiro ato foi basicamente tirado das mãos do diretor e foi esse mesmo que prejudicou muito o filme.

Não acho que ele seja todo esse falatório que está recebendo. Teve alguns pontos interessantes. Infelizmente, parece que eu vi um filme pela metade, com um final feito de qualquer jeito pelos produtores, que não se importaram em desenvolver o que já tinham começado.

Confira o trailer abaixo:

 [[youtube http://www.youtube.com/watch?v=t4vClk2VBEY]]

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Quarteto Fantástico| Crítica 4







Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Críticas de Filmes

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.