Shazam! | Crítica

Shazam! chega aos cinemas com a difícil missão de agradar fãs.

Lembram quando anunciaram Deadpool lá em 2016, e todo mundo ficou com um pé atrás, mas no fim, foi uma grande surpresa de tão bom? Foi mais ou menos essa mesma formula que a DC usou para criar o novo super-herói da franquia: Shazam!

Dirigido por David F. Sandberg (Quando as Luzes se Apagam e Annabelle 2) e roteiro de Henry Gavden, Shazam! chega aos cinemas com a difícil missão de agradar fãs e continuar o legado curto da nova geração de filmes bons da DC, precedido de Mulher Maravilha e Aquaman. E o filme consegue entregar tudo o que prometeu: uma história interessante e boa risadas.


Zachary Levi está maravilhoso no papel de uma criança presa em um corpo de adulto. Shazam! foge do esteriótipo de herói sério e se comporta como o adolescente que é: imaturo e brincalhão. O ator falou um pouco sobre sua experiência interpretando o herói:

“Foi demais! Eu sou uma criança no corpo de um adulto. Eu ainda leio graphic novels, jogo videogame, amo aventuras, sempre fui muito otimista e realmente amo personagens que tem muito coração, até mesmo quando estou jogando algum game. Eu sempre quero ser o cara legal. Até hoje eu sou muito entusiasmado e poder interpretar um garoto é basicamente perfeito. Quem não ficaria empolgado, como adulto, por ser escalado como um super herói e não ter que esconder isso? Eu sei que Henry Cavill e Ben Affleck ou qualquer um que seja escalado como esse heróis mais sérios ficam animados no set, mas hora de gravar precisam ficar mais sérios e tal. Eu não precisei fazer nada disso. Então é super divertido”.

+ Warner anuncia próximos filmes de heróis da DC Comics

Alias, ponto positivo para a escolha dos atores. Ashar Angel e Zachary Levi conseguem ser a mesma pessoa em corpos diferentes. Freddy Freeman, interpretado pelo Jack Dylan Grazer (It) é, claramente, a representação de todos nós, fãs de super-heróis. Mark Strong (Kingsman) nos trás um supervilão com ideais distorcidos e passado que justifica (mas não muito) seus atos.

Sandberg conseguiu contar uma história engraçada sobre a origem de um herói não tão popular quanto seus parceiros de franquia, e sem ser maçante. No final, Shazam! não é só mais um filme de herói. É um filme sobre união, sobre confiança e a importância de estar cercado de pessoas que nos amam.

Shazam! já está disponível nos cinemas!

Personagens
Enredo
Efeitos Especiais
Trilha Sonora
Alivio Cômico
Shazam!
Nota dos Leitores:0 Votes0
4.5

Leia Mais
Stan Lee morre aos 95 anos