Valerian e a Cidade dos Mil Planetas | Crítica 7
Críticas de Filmes

Valerian e a Cidade dos Mil Planetas | Crítica

Um filme que entrou muito ambicioso, mas que não foi muito adiante.

Valerian e a Cidade dos Mil Planetas foi uma das HQs que inspiraram a franquia Star Wars, então não foi preciso muito para que o diretor Luc Besson e a EuropaCorp colocassem suas mãos na obra para transforma-la em uma super produção, onde vemos os agentes Valerian (Dane DeHaan) e Laureline (Cara Delevingne) em sua missão na vasta estação que ocupa tantas civilizações.

Em termos de efeitos visuais, Besson caprichou. Cada detalhe é tão bem feito, tudo tem um toque tão bonito, que você gostaria que eles pudessem transforma esse filme numa atração de um parque e te deixar se divertindo com os óculos 3-D.

Valerian e a Cidade dos Mil Planetas | Crítica 8

Mas acho que o que eu posso mais elogiar mesmo foi todo esse cuidado de produção. Eu não duvido que essa HQ tenha inspirado muitas obras de ficção-científica, do mesmo modo que Ghost in the Shell fez, mas depois de ver tantas filmes lidando com o mesmo tema, você meio que não consegue se importar da mesma forma quando vê o original ganhando as telonas. Não vou mentir, esse filme tem muito do que já vimos antes.

Além de o casal de protagonistas não ter muita química. Dane até tenta, mas ele não consegue trazer todo o peso que o personagem precisava. Pelo que pude entender, Besson queria que Valerian fosse o herói cafajeste que Harrison Ford fazia tão bem. A falta de ambição no roteiro, em realmente criar uma ameaça que pudéssemos temer, não ajudou muito também.  

Valerian e a Cidade dos Mil Planetas | Crítica 9

No entanto, eu me diverti com Valerian e a Cidade dos Mil Planetas. O filme sabe ser bem dinâmico com ótimos momentos. Ele não é toda a grandiosidade que o diretor queria, mas é um bom filme pipoca. A cantora Rihanna tem uma cena bem sedutora que os fãs dela vão adorar. 

Valerian e a Cidade dos Mil Planetas | Crítica 10

Confira o trailer:

[]

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Valerian e a Cidade dos Mil Planetas | Crítica 11







Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Críticas de Filmes

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.