Onde mora a calma? 3
Crônicas

Onde mora a calma?

large (2)

Por definição, a palavra calma significa: “Ausência de agitação; tranquilidade …” mas na prática é um pouco diferente.

A calma é um sentimento, um estado de espirito difícil de definir com simples palavras, cada indivíduo tem o seu momento onde encontra a calmaria.

A calma pode morar no balanço das ondas do mar, em uma tarde no cinema, em uma conversa com os seus amigos, ou até mesmo naqueles momentos que você não quer fazer absolutamente nada.

Ela também pode morar naqueles momentos que você coloca o fone e esquece da vida, deixando o ritmo da música te levar. Outros encontram a calma no meio da multidão, no frenesi das grandes cidades.

Já dizia Eckhart Tolle:A verdadeira inteligência atua silenciosamente. A calma é o lugar onde a criatividade e a solução dos problemas são encontrados.

A criatividade e a calma andam lado a lado, tanto que as melhores ideias vêm nos momentos mais inesperados.

Parando para pensar, a minha calma mora entre as páginas dos livros, no calar da madrugada, em momentos onde o silêncio fala mais alto que as palavras e deixa os pensamentos fluírem livremente.

E a sua calma, mora onde?

Playlist:


*Está crônica foi baseada em realidades fictícias.

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Onde mora a calma? 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Crônicas

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.