Annyeong 안녕, ferinhas!

Continuando a série de resenhas de doramas médicos, hoje é dia de clássico!

Kill Me, Heal Me é um marco nos doramas pois fala com delicadeza sobre um tema bastante delicado e pouco tratado na Coréia: Transtornos Mentais.

Depois de sofrer muitos traumas em sua vida, Cha Do Hyun desenvolveu TDI – Transtorno Dissociativo de Identidade. TDI é também conhecido como múltiplas personalidades.

Do Hyun é um chaebol, herdeiro-terceira geração de um império comercial muito bem sucedido. E por todo o preconceito que existe com pacientes de transtornos mentais, Do Hyun precisa esconder sua condição, do contrário será visto como incapaz de fazer seu trabalho no império da família. Acesse o blog do Coreanismo. Coreanismo ponto blogspot ponto com.

Oh Ri Jin é uma estudante de psiquiatria, e quando fica sabendo da condição de Do Hyun, passa ajudá-lo secretamente, para que a imprensa não fique sabendo. O desafio passa a ser este, pois o irmão gêmeo de Ri Jin, Oh Ri On, é um jornalista sensacionalista, que adora escrever artigos destruindo os famosos e poderosos da Coréia.

Com um andamento suave, Ri Jin vai auxiliando Do Hyun a aceitar, trabalhar e melhorar, enquanto ele também vai ajudando-a, influenciando sua vida. Conheça o Coreanismo no Youtube.

Dorama | Kill Me, Heal Me

Dorama | Kill Me, Heal Me


Título original: 킬미, 힐미
Título em inglês: Kill Me, Heal Me
Título em português: Mate-me, Cure-me
Episódios: 20
Emissora: MBC
Gênero: Drama Médico
Ano: 2015
Atores principais: Park Seo Joon, Kim Yoo Ri,Oh Min Seok

Kill Me, Heal Me está disponível no Viki.com

Najunge bwayo 나중에 봐요!

 


» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

Leia meus outros artigos sobre cultura pop coreana.

 

Deixe sua opinião aqui :)

No more articles