Kill Me, Heal Me | Resenha de Dorama

Annyeong 안녕, ferinhas!

Continuando a série de resenhas de doramas médicos, hoje é dia de clássico!


Kill Me, Heal Me é um marco nos doramas pois fala com delicadeza sobre um tema bastante delicado e pouco tratado na Coréia: Transtornos Mentais.

Depois de sofrer muitos traumas em sua vida, Cha Do Hyun desenvolveu TDI – Transtorno Dissociativo de Identidade. TDI é também conhecido como múltiplas personalidades.

Do Hyun é um chaebol, herdeiro-terceira geração de um império comercial muito bem sucedido. E por todo o preconceito que existe com pacientes de transtornos mentais, Do Hyun precisa esconder sua condição, do contrário será visto como incapaz de fazer seu trabalho no império da família. Acesse o blog do Coreanismo. Coreanismo ponto blogspot ponto com.

Oh Ri Jin é uma estudante de psiquiatria, e quando fica sabendo da condição de Do Hyun, passa ajudá-lo secretamente, para que a imprensa não fique sabendo. O desafio passa a ser este, pois o irmão gêmeo de Ri Jin, Oh Ri On, é um jornalista sensacionalista, que adora escrever artigos destruindo os famosos e poderosos da Coréia.

Com um andamento suave, Ri Jin vai auxiliando Do Hyun a aceitar, trabalhar e melhorar, enquanto ele também vai ajudando-a, influenciando sua vida. Conheça o Coreanismo no Youtube.

Dorama | Kill Me, Heal Me
Dorama | Kill Me, Heal Me

Título original: 킬미, 힐미
Título em inglês: Kill Me, Heal Me
Título em português: Mate-me, Cure-me
Episódios: 20
Emissora: MBC
Gênero: Drama Médico
Ano: 2015
Atores principais: Park Seo Joon, Kim Yoo Ri,Oh Min Seok

Kill Me, Heal Me está disponível no Viki.com

Najunge bwayo 나중에 봐요!

 

Leia meus outros artigos sobre cultura pop coreana.

 

Leia Mais
Exclusivo: Promoção ‘SKY Batman vs Superman’ levará assinante às locações do filme