Mulher-Maravilha pode perder título como Embaixadora da ONU! 5
Entretenimento

Mulher-Maravilha pode perder título como Embaixadora da ONU!

A Mulher-Maravilha sempre foi um simbolo para as mulheres, tanto que em 21 de outubro deste ano, ela foi nomeada como Embaixadora Honorária da ONU na esperança de usá-la numa campanha de capacitação para crianças e mulheres ano que vem.

*MULHER-MARAVILHA: EX-FUNCIONÁRIO DA WARNER DIZ QUE O FILME É “UMA BAGUNÇA”!

Acontece que algumas pessoas não ficaram felizes com a decisão (pra variar SEMPRE tem um povo chato), e criaram uma petição que foi apresentada ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pedindo para reconsiderar a decisão. 

“Embora os criadores originais possam ter escolhido a Mulher-Maravilha para representar uma mulher guerreira, forte e independente com uma mensagem feminista, a realidade é que a interação atual da personagem é de uma mulher branca de proporções impossíveis.”

Courtney Simmons, porta-voz da DC Entertainment, disse:

”A Mulher-Maravilha representa a paz, justiça e igualmente, e por 75 anos, ela tem sido uma força motivadora para muitos e continuará a ser por muito tempo após a conclusão do cargo como Embaixadora Honorária da ONU.”

O que vocês acham disso?

Lembrando que o lançamento do filme solo da Mulher-Maravilha está marcado para 2 de junho de 2017.

Leia mais sobre Mulher-Maravilha

via torredevigilancia

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Mulher-Maravilha pode perder título como Embaixadora da ONU! 6


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Entretenimento

Leave a reply