A IV Semana Edgard Cavalheiro está chegando e foi revelado que a Cia. Viva Arte irá apresentar durante o evento a primeira a adaptação teatral do conto “A Contadora de Histórias”, de Samanta Holtz.

Confira a sinopse:

Rio de Janeiro, década de 50.
Seu Bonini (Adriano Delehan) sempre deu uma vida de mordomias ao seu filho Arnaldo (Igor Siton), porém as bebedeiras do jovem o levaram a tomar uma decisão: entregar uma maleta de dinheiro ao filho e dar um prazo para que ele prove ser capaz de administrar a sua própria vida.
Empolgado pela possibilidade de continuar se divertindo às custas do pai, Arnaldo vai com seus amigos ao bordel da Madame Lucinda (Ângela Tiburcio), onde ele conhece Laila (Dani Agostini). Mas Arnaldo logo percebe que Laila não é o tipo de garota que trabalharia em um bordel por vontade própria, por isso sugere que ela lhe conte uma história. Uma linda história de amor.

Publicado originalmente na coletânea Crisálida, organizado por Lycia Barros juntamente da plataforma  Widbook, Samanta diz estar realizando um de seus muitos sonhos ao ver uma de suas obras indo para o teatro.

Já o grupo teatral, que teve o roteiro e direção feitos por Ricardo Biazotto e Eduardo Martins, respectivamente, e trás como protagonistas Ricardo Biazotto e Eduardo Martins, está animado com a estréia que diz muito a respeito da principal discussão do evento e tema do bate-papo do qual a autora, Samanta Holtz, irá participar: Das páginas para aos palcos. 

O evento acontecerá dia 17/09, às 19h  no Theatro Avenida, Avenida Oliveira Mota, 50 – Centro, na cidade de Espírito Santo do Pinhal.

A autora, que teve o livro “Quando o amor bater à sua porta” publicado pela Editora Arqueiro este mês, estará presente na Bienal para sessões de autógrafos nos dias 27, 28, 02, 03 e 04.


Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu.
Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso.
Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade.
O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja.
Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer.
A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.


Deixe sua opinião aqui :)

No more articles