Do Melhor para o Pior: Lista de Todos os Episódios de Black Mirror

Black Mirror é uma das séries mais assistidas da atualidade. A série, que inicialmente era da emissora inglesa Channel 4 até 2013, quando foi adquirida pela Netflix e passou a expandir mundialmente tornando-se o sucesso que é hoje.

A série antológica – histórias diferentes a cada episódio – já possui 4 temporadas e 19 episódios lançados e, recentemente, a plataforma lançou “Black Mirror: Bandersnacth”, filme originado da série de ficção científica.


Se você está curioso para ver a série, organizamos os episódios na ordem de melhores para pior.

Anterior
Próximo

#1 Natal (White Christmas)

Dois homens em uma área gélida e remota contam três histórias sobre descontroles tecnológicos ocorridas na época de Natal.

É plot twist em cima de plot twist. E te faz pensar se a Alexa ou a Siri não seria nossa consciência aprisionada.

#2 San Junipero

Em 1987, em uma cidade litorânea, uma jovem tímida e uma garota extrovertida formam uma conexão que parece transcender tempo e espaço.

Se você quer assistir um episódio leve, com final agridoce, esse é a melhor escolha. Ele tem uma pegada anos 80 futurista, um cenário lindo e uma história bem legal.

#3 Hang the DJ

Este aplicativo não só forma casais como também prevê a data de validação da relação. Unidos pelo sistema, Frank e Amy decidem questionar sua lógica. 

Já imaginou se o Tinder tivesse um acerto de 100% no Match? É mais ou menos essa a proposta. Um dos episódios mais fofinhos que a série já lançou.

#4 Volto Já (Be Right Back)

Martha reencontra o seu falecido amante através de um novo serviço que permite que as pessoas mantenham contato com os mortos.

Esse é um dos episódios mais completos da série. A tecnologia usada jé existe – ou pelo menos parte dela, e tem um tom mais emocional, um dos poucos episódios que eu chorei assistindo.

#5 Queda livre (Nosedive)

Uma mulher desesperada para ser notada na mídias sociais acha que tirou a sorte grande ao ser convidada para um casamento luxuoso, mas nem tudo sai como planejado.

Esse episódio é ótimo e eu só conseguia sentir raiva enquanto assistia. Porque? Porque ele é muito real. Pessoas avaliando umas as outras e o desespero de mostrar nas mídias sociais, uma vida que não é a sua.

#6 Urso Branco (White Bear)

Victoria acorda e não se lembra de nada sobre a sua vida. Todos que encontra se recusam a falar com ela.

Já pensou acordar e não saber quem você é ou onde você está? E pior, ninguém fala com você, apenas assistem o seu desespero e você precisa revivê-lo de novo, e de novo.

#7 Arkangel

Preocupada com a segurança da filha, Marie recorre a um dispositivo de última geração para monitorar sua localização – e muitas outra coisas.

As definições de crianças criadas a “leite com pera” foram atualizadas. Nesse episódio, podemos ver o perigo que é criar filhos vendados para as todas as coisas que consideram “ruins”.

#8 Toda Sua História (The entire history of you)

No futuro, todos têm acesso a um implante de memória que grava tudo que os seres humanos fazem, veem e ouvem.

Essa é uma das tecnologias que mais me deram medo. Sério! Imagina todo mundo ter acesso às memórias e poder reviver lembranças – e descobrir detalhes que não tinha reparado antes?

#9 Manda Quem Pode (Shut up and dance)

Um jovem tem seu computador invadido e precisa decidir entre obedecer cegamente as ordens dos hackers ou ver sua intimidade exposta para sua família.

Um dos primeiros episódios que eu assisti e um dos que eu mais gosto. Esse talvez seja o episódio com menos ficção cientifica. Até onde você iria para esconder um segredo?

#10 Black Museum

Numa estrada deserta, uma viajante se depara com um museu. Na coleção, objetos raros do mundo do crime – e uma chocante atração principal.

Você quer plot twist, @? Esse episódio você tem. O dono do museu conta pequenas historias que envolvem objetos com tecnologias avançadas. No final, você termina olhando sua cara ponto de interrogação,  na tela preta do computador.

#11 USS Callister

O capitão Daly comanda sua nave espacial com coragem e sabedoria. Mas uma nova recruta está prestes a descobrir que as coisas não são exatamente como parecem.

Primeiro: O Jesse Plemons não é a cara do Matt Damon? Esse episódio é claramente um Star Trek com VR. É um episódio legal para assistir e a Netflix anunciou que é um dos episódios que podem ganhar um Spin-off.

#12 Crocodilo (Crocodile)


Em um mundo onde memórias alheias podem ser acessadas, uma arquiteta luta para guardar um segredo e uma investigadora de seguros apura um acidente.

Sabe aquele segredo que você não quer que ninguém saiba? Aqui, isso não será possível. Este é um episódio intrigante, onde uma pequena investigação, se torna algo muito maior, pra se tornar algo ainda maior, pra terminar com você juntando os pedacinhos do cérebro no teto.

#13 Quinze Milhões de Méritos (Fifteen Million Merits)

Após fracassar em um concurso como cantora, uma mulher tem que escolher entre praticar atos humilhantes ou voltar a viver praticamente como escrava.

Neste mundo alternativo, as pessoas são quase como ratos de laboratório. Devem pedalar o dia inteiro para acumular pontos, vivendo como avatar virtual. O episódio aborda vários tópicos como alienação das pessoas levadas ao extremo, e até onde você se sujeitaria para ter uma vida “decente”.

#14 Momento Waldo (The Waldo Moment)

Um comediante fracassado que dubla um urso animado se envolve em uma trama política quando seu personagem se candidata a um cargo público.

Um dos episódios que não aborda tanto os avanços tecnológicos, mas que, novamente, podemos identificar como algo atual. Afinal, quem nunca desejou falar o que quiser, em rede nacional, sem mostrar o rosto e ainda ganhar a afeição do público?

#15 Hino Nacional (The National Anthem)

O primeiro-ministro Michael Callow enfrenta um chocante dilema quando a amada princesa Susannah é raptada.

Prepare o estomago, pois esse é um dos episódios mais impactantes da série, mas também, um dos mais famosos.

#16 Versão de testes (Playtest)

Um viajante americano se inscreve para testar um novo sistema de jogo revolucionário, mas descobre que as emoções são mais reais do que imaginava.

Este episódio possui uma história um pouco perturbadora, se aproveitando do terror psicológico. Dá pra tomar um sustinho de vez em quando.

#17 Odiados pela Nação (Hated in the Nation)

Após uma tragédia nas mídias sociais, uma detetive e sua assistente especializada em tecnologia fazem uma descoberta assustadora.

Um dos poucos episódios com 90 minutos, trás uma narrativa interessante, mas se perde em vários momentos. Tem diversas referencias do episódio “Urso Branco”. Preste bem atenção aos detalhes.

#18 Engenharia Reversa (Men Against Fire)

Após sua primeira batalha contra um inimigo elusivo, um soldado começa a ter sensações estranhas e sentir pequenas falhas técnicas.

Achamos esse episódio muito perdido, apesar da super produção. Não dá pra sentir empatia pelo personagem.

#19 Metalhead

À procura de suprimentos em uma terra devastada, eles encontram um inimigo implacável. Agora, fugir é a unica saída. Não me entenda mal. A fotografia desse episódio é sensacional. Ele tinha tudo pra dar certo, mas não deu. O episódio não traz nenhum tipo de conexão com a personagem e tudo o que você fica esperando é que acabe logo.

Leia Mais
O melhor tributo a Harry Potter que já fizeram!