Musical de ‘Madagascar’ aposta em nostalgia da animação para cativar público em SP!

“Eu mexo tudo, tudo”

Eu nem preciso continuar a estrofe da canção que virou hit-chiclete no ano de 2005 com o sucesso de Madagascar para que a grande maioria dos leitores comece a cantarolar o clássico mentalmente – inclusive peço perdão caso você, como eu, fique com a música grudada na cabeça o resto do dia. Acontece. 😛




Mas vamos lá: Madagascar, uma Aventura Musical, está em cartaz em SP, e o musical conta a história de Marty (a zebra), Alex (o leão), Glória (a hipopótamo) e Melman (a girafa) encantou crianças e adultos em sua estreia com a mensagem (mais atual do que nunca) relacionada à busca pela liberdade e o valor da amizade.

Assim como no filme, a peça retrata a trajetória dos 4 amigos na tentativa de retornar à NYC, uma vez que se percebem por engano na Africa Oriental (na ilha de madagascar). A quebra da zona de conforto de cada um é um espetáculo a parte e a forma como se unem ao longo do caminho é algo pra levar pra vida e ensinar pros filhos.

Segundo Marllos Silva, diretor, o espetáculo acaba com ares de show mas também representa as contradições entre os personagens e os ambientes em que a história acontece.

Overture (cena de abertura criada especialmente para o musical para ambientar o público na história) e Me Remexo Muito (clássico citado no início dessa publicação e que agora volta como um foguete à cabeça dessa que vos escreve) são os grandes destaques da produção.

A produção brasileira é baseada na obra da Dreamworks mas tem total liberdade criativa com canções originais e adaptações do clássico. A produção ainda avisa que foi fiel à cultura brasileira então podemos esperar contextualizações em piadas ou coisas do tipo. Estrela extra e dourada para a produção que colocou libras na cena de abertura, deixando ao menos parte desse espetáculo acessível. Amamos!

E aí? Assistiu a estreia? Vai assistir?

Conta pra gente quais suas expectativas. 🙂

Serviço

Madagascar, uma aventura musical

Theatro Net São Paulo

Rua Olimpíadas, 360 – 5º andar – Vila Olímpia

Sextas às 20h30, sábados e domingos às 15h e 18h.

Ingressos de R$70 a R$240

Até 01/12

Leia Mais
Capa do livro FlashForward, de Robert J. Sawyer