All the way up: Os melhores brasileiros dos eSports

A indústria global dos eSports está crescendo exponencialmente e os gamers que participam dela de maneira profissional são tratados realmente como atletas em muitos aspectos. Isso se reflete nos prêmios milionários pelos quais competem, no patrocínio de grandes empresas para suas equipes e na grande cobertura da mídia que recebem, apenas para citar alguns aspectos.


Os melhores jogadores brasileiros de eSports

O site de esportes ESPN fez uma lista dos melhores brasileiros dos eSports em 2018, compartilhando com o público uma parte de suas conquistas naquele ano, e mencionado quais são os jogos em que eles destacam, as equipes das quais eles fazem parte e qual é a sua projeção para 2019. Três dos jogadores mais destacados em 2018 foram Igor Fraga, “Taco” e “Henrykinho”, sendo uns dos melhores gamers do mundo em Gran Turismo, CS: GO e PES, respectivamente. Igor Fraga tornou-se o vencedor da Copa das Nações de GT Sport, sendo o primeiro campeão mundial em um evento de eSports certificado pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo), no entanto, suas extraordinárias habilidades de condução não ficam apenas no mundo virtual, já que Igor também é um piloto na vida real e faz parte da equipe Exclusive Autosport, competindo na série USF2000. Já Epitácio “Taco” Filho é um dos gamers mais destacados no videogame de tiro e estratégia CS: GO, no qual ele vem ganhando títulos internacionais desde 2016. Neste 2019, “Taco” vai ser protagonista da equipe MiBR. E finalmente, Cláudio ”Henrykinho” Mesquita teve um 2018 cheio de sucessos dentro dos eSports, o que o levou a assinar um contrato com o Cruzeiro para disputar o Campeonato Mundial de PES em 2019.

As equipes mais bem sucedidas em eSports

Alguns dos melhores jogadores de eSports fazem parte de grandes equipes, onde recebem patrocínios, treinamentos e muita experiência profissional. No contexto global, o site financeiro da Forbes lista as empresas de eSports mais valiosas de 2018, dando o lugar de honra à equipe norte-americana Cloud9, avaliada em US$ 310 milhões. O cenário competitivo no Brasil está em constante crescimento também, já que equipes como a MiBR (Made in Brazil) conquistaram patrocínios tão grandes quanto o do site de apostas esportivas e casino online Betway, que também cobre os maiores torneios de eSports do mundo. Por sua vez, os clubes esportivos do país também participam neste mundo, e algumas delas já criaram suas próprias equipes de eSports e oferecem tratamento de atletas aos gamers que fazem parte delas, com a intenção de torná-los mais competitivos ao nível profissional. Exemplos disso são o acima mencionado Cruzeiro, e o Clube de Regatas do Flamengo, com sua equipe que se destaca no CBLoL (Campeonato Brasileiro de League of Legends) e frequentemente contrata gamers profissionais para manter seu alto nível competitivo.

O contexto dos eSports no Brasil

Os videogames finalmente deixaram para trás os preconceitos e estereótipos que se desenvolveram em torno deles, para demonstrar a influência que eles têm no desenvolvimento da criatividade e o grande poder de mercado que possuem no mundo. De acordo com a empresa de pesquisa e estatísticas Newzoo, o número de entusiastas de eSports em todo o mundo foi projetado para atingir 165 milhões em 2018, representando um crescimento de 18% em relação ao ano anterior. Dentro desse mercado que movimenta US$ 906 milhões por ano, e se prevê deve atingir US$ 1,65 bilhões em 2021, Brasil tem um papel de liderança, já que é o segundo maior mercado da América Latina, atrás apenas do México. Esse grande impacto é facilmente refletido em eventos como o Brazil Game Show (BGS), que é patrocinado por marcas como a Intel, e traz grandes personagens da indústria de videogames para conviver com seus fãs brasileiros.

Os eSports oferecem um retrato único da emoção que suas competições podem alcançar, já que conseguem lotar arenas com milhares de espectadores à beira de seus assentos, que respondem apaixonadamente a cada movimento que os gamers fazem nos mundos virtuais. Cada um desses eventos é realizado com a máxima atenção aos detalhes e, graças ao constante desenvolvimento de novas tecnologias, como a realidade virtual, o futuro dos eSports será ainda mais imersivo e atraente para os gamers e espectadores de todo o mundo.

Leia Mais
Rick Riordan pede boicote aos filmes da saga “Percy Jackson”