Bienal do Livro de SP é adiada para 2022 15
Notícias

Bienal do Livro de SP é adiada para 2022

Em comunicado enviado no início da tarde desta sexta-feira (19), a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Reed Exhibitions, responsáveis pela realização e organização da 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, comunicaram que adiarão a realização do evento para 2022. “A medida visa garantir a saúde e segurança dos visitantes, autores, expositores, parceiros e colaboradores. Esta é a principal preocupação diante da crise”, diz a nota. Na última edição, a Bienal recebeu mais de 600 mil visitantes.

Íntegra da nota enviada pela CBL e pela Reed Exhibitions

A Câmara Brasileira do Livro e a Reed Exhibitions, responsáveis pela realização e organização da 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, comunicam o adiamento do evento para 2022 diante da pandemia de COVID-19 e dos seus impactos. A medida visa garantir a saúde e segurança dos visitantes, autores, expositores, parceiros e colaboradores. Esta é a principal preocupação diante da crise.

A organização da Bienal Internacional do Livro de São Paulo manterá o público informado sobre todas as novidades do evento. A Bienal do Livro recebe mais de 600 mil visitantes a cada edição e é o principal acontecimento literário no Brasil. Em respeito a este público, vamos trabalhar para realizar uma edição ainda melhor e que atenda plenamente à expectativa dos leitores de todo o país.

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Bienal do Livro de SP é adiada para 2022 16


O que você achou desse Post?

LOL
0
GOSTEI
0
AMEI
0
CONFUSO
0
Engraçado
0
Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Notícias

Leave a reply