Bienal do Livro terá estande para cegos e surdos lerem

A 19ª Bienal Internacional do Livro Rio, que começa nesta sexta (30) vai contar com um estande com uma área voltada para os cegos e outra para os surdos. Os espaços fazem parte do estande da JW.ORG, página oficial das Testemunhas de Jeová. Além deles, todos os que visitarem o local terão acesso a matérias sobre assuntos como, por exemplo, o desafio de lidar com a depressão e como familiares e amigos podem dar apoio emocional e prestar ajuda prática.

O porta-voz do estande, Ricardo Carneiro, explica que o objetivo da ação é divulgar o site JW.ORG com conteúdo em mais de 980 idiomas:


— Diante dos grandes desafios que os cegos e os surdos enfrentam e da necessidade de promover sua inclusão social, o estande JW.ORG trouxe para a Bienal conteúdo voltado para esses seguimentos, incluindo dezenas de vídeos em Libras (com a presença no estande de expositores hábeis nesse idioma), bem como material em braile. Adicionalmente, nosso site contém outros formatos de braile que exigem menos espaço, como os arquivos para notetaker, e os cegos podem encontrar e escutar também publicações com a ajuda de programas leitores de tela, que convertem o texto escrito em áudio.

Entre as centenas de idiomas do site JW.ORG encontram-se publicações em línguas indígenas como guarani, kaingang, macuxi, nhengatu, sateré-mawé, ticuna, wapishana e xavante.

— Nosso interesse é ajudar os povos indígenas a conhecer melhor seu próprio idioma, ao passo que preservam sua cultura e história — explica Carneiro.

A 19ª Bienal Internacional do Livro Rio, no Riocentro, na Barra da Tijuca, vai de 30 de agosto a 10 de setembro.

via extra globo

Leia Mais
Resenha: Como dizer adeus em robo, de Natalie Standiford