Olá leitore do Burn Book! ^^  

Alex Flinn autora do livro "Beastly"  lança série de livros intitulada "The Kendra Chronicles" o primeiro livro "Bewitching" ("Feiticeira" em tradução livre) é um spin-off de Beastly, pois conta a historia de Kendra a bruxa que amaldiçoa Kyle…

Kendra Hilferty, a bruxa que amaldiçoa Kyle Kingsbury em Beastly, conta sua existência imortal, como ela descobriu que era uma bruxa e as várias formas que ela usou seus poderes para ajudar as pessoas através dos séculos. (Infelizmente suas tentativas, muitas vezes deram errado) Kendra teve realmente uma mão na "Hansel e Gretel", "A Princesa e o sapo", e "A Pequena Sereia", mas estes não são os contos de fadas que você acha que conhece! Reminiscências de Kendra são enrolados em torno de uma versão em tempo real de "Cinderela", exceto a meia-irmã "feia" e o cara bom. Com reviravoltas sombrias,  hilariantes, e finais inesperados, Bewitching é uma leitura contemporânea para os amantes de conto de fadas, os fãs de fantasia, e para quem procura mais de Alex Flinn. 
Tradução: Babi Ever

O lançamento "Bewitching" está previsto para o dia 14 de Fevereiro de 2012. (Nos EUA)

Post by Babi Ever

Agora eu que assumo a partir daqui, porque adoro uma polêmica. (by Guicepeda)
 
Artista brasileira diz ter sido plagiada por editora de livros
 

A artista gráfica carioca Nathália Suellen, 22, diz ter tomado um susto na quarta-feira passada, quando descobriu que a editora de livros HarperCollins havia anunciado um livro com capa extremamente semelhante a um de seus trabalhos. Desde que ela publicou um post em seu blog, o assunto tem rendido muitos comentários na rede e foi discutido até em um fórum no site da loja Amazon.com.


Procurada pela Folha, a Harper Collins disse em comunicado que a capa será alterada. "A capa de 'Bewitching' foi um trabalho em andamento. Devido às semelhanças com um ebook existente, vamos alterar nossa capa", diz a nota.

Segundo Suellen, a editora procurou-a meses atrás para que ela desenhasse a capa do livro "Bewitching", da escritora Alex Flinn. No entanto, como o desenho pedido era muito semelhante a um trabalho seu usado na capa de outro livro, "Spiderwork", de LK Rigel, Suellen diz ter recusado a oferta.

"Fiquei espantada em ver a capa usada em 'Bewitching'. Foi apelativo por parte da editora copiar a arte que eu havia rejeitado licenciar. E de certa forma vingativo", disse Suellen àFolha. A artista diz já ter acionado um advogado perito em casos internacionais.

Capas dos livros "Bewitching" e "Spiderwork"; artista brasileira teria sido plagiada
 

Segundo a artista, a licença para "Spiderwork" aconteceu no final do ano passado. "Depois de quatro ou cinco meses, a empresa Harper Collins me ofereceu US$ 4.000 para revender a mesma arte para ela. Chegou até a perguntar qual era a nacionalidade da escritora LK Rigel, como se não houvesse problemas em ter dois livros de capas iguais", conta.

Mas Suellen diz ter recusado a oferta por considerá-la desonesta. "Tentei até oferecer uma arte similar, mas eles não mostraram interesse. O livro era o mesmo, 'Bewitching'. Eles insistiram muito para a arte ser revendida pra eles, mas isso seria desonesto. O tema do livro também foi um apoio para concluir minha rejeição, pois tento filtrar os temas de literatura paranormal, incluindo misticismo e bruxaria", explica.

LK Rigel, a autora do livro para o qual Suellen vendeu a arte originalmente, também fez um post a respeito do possível plágio.


» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

"Tenho consciência de que nem todas empresas são assim, essa foi a minha primeira experiência com algo desse tipo. Espero que, no mínimo, a empresa retire a arte de vez [de circulação]. Isso já seria um grande passo", afirma Suellen. "Só quero ser respeitada como artista".

 

Deixe sua opinião aqui :)