Christopher Nolan pode dirigir Jogador Nº 1 15
CinemaNotícias

Christopher Nolan pode dirigir Jogador Nº 1

Parece que Warner Bros. quer manter seu contrato com o mestre Nolan. Depois do sucesso que foi Interstellar, até agora já conseguiu mais de 500 milhões em bilheteria, etá negociando com o diretor para trazer a obra de Ernest Cline para os cinemas.

Para aqueles que não sabe, o livro foi trazido para o Brasil pela Leya em conta a história de uma realidade virtual, onde os jogadores podem ir além do que qualquer pessoa já foi. A trama gira em torno de um complexo desafio, criado pelo criador da tecnologia, que promete dar um prêmio inimaginável ao vencedor. Anos se passaram sem alguém chegar perto do prêmio, mas quando Wade desvenda uma pista, tudo muda.

O livro tem muitas referencias da cultura pop dos anos oitenta e já tem o roteiro escrito por Zak Penn (O Incrível Hulk).

Essa não é a única proposta de Nolan e depois dos grandes sucessos que lançou duvido que faltara opções, mas gostaria de ver o que ele faria com esse mundo.

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Christopher Nolan pode dirigir Jogador Nº 1 16


O que você achou desse Post?

LOL
0
GOSTEI
0
AMEI
0
CONFUSO
0
Engraçado
0
Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply